Congressistas curdos boicotam sessão do Parlamento no Iraque

O Legislativo iraquiano, dominado pelos xiitas, rejeitou o plebiscito de 25 de setembro na região autônoma curda e em áreas capturadas pelos curdos em confrontos com o Estado Islâmico desde 2014

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 03/10/2017 11:17

Legislador do Iraque, Mohammed al-Karbouli afirmou que seus colegas curdos não participam de uma sessão em andamento do Parlamento em Bagdá, em um momento de aumento nas tensões entre o governo central e a região do Curdistão, dias após a realização de um plebiscito pela independência regional.

Al-Karbouli disse que os parlamentares curdos não apareceram para a sessão desta terça-feira. O Legislativo iraquiano, dominado pelos xiitas, rejeitou o plebiscito de 25 de setembro na região autônoma curda e em áreas capturadas pelos curdos em confrontos com o Estado Islâmico desde 2014. Mais de 90% dos eleitores curdos votaram a favor da independência.

O Parlamento pediu medidas duras em resposta à votação, inclusive o envio de tropas federais para retomar a cidade de Kirkuk, rica em petróleo, mantida por forças curdas mas reivindicada por Bagdá. Os congressistas também criticaram o fato de que o governador de Kirkuk, uma província com várias etnias, tenha apoiado o plebiscito separatista.  

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.