Furacão provoca caos nos transportes e risco de inundações na Escócia

Este alerta significa que os cidadãos devem estar preparados para possível mau tempo e ter previstas alternativas em caso de alterações no transporte ou outros serviços públicos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 17/10/2017 08:50

Aidan Crawley/EPA/direitos reservados
A tempestade Ofelia, que deixou ontem três mortes na Irlanda, castiga nesta terça-feira (17/10) áreas da Inglaterra e do sudoeste da Escócia, onde foi declarado risco de inundações. O governo interrompeu parte do funcionamento do transporte.

A tempestade, que anteriormente era um furacão em sua passagem pelo arquipélago português dos Açores, chega debilitada a esta parte das ilhas britânicas, mas ainda com ventos de até 112 km/h, o que levou a agência meteorológica britânica - Met - a manter o alerta amarelo, a terceira em gravidade em uma escala de quatro.

Este alerta significa que os cidadãos devem estar preparados para possível mau tempo e ter previstas alternativas em caso de alterações no transporte ou outros serviços públicos.


A agência de proteção ambiental escocesa emitiu alertas de inundações para 14 áreas da costa oeste da região, enquanto na Inglaterra existe também risco no litoral ocidental.

Várias linhas de trem informaram atrasos tanto na Escócia como no noroeste da Inglaterra, geralmente devido ao bloqueio dos trilhos pelas quedas das árvores, enquanto que o mesmo aconteceu em algumas estradas, também no País de Gales.

Na ilha da Irlanda, onde ontem a tempestade Ofelia causou estragos e matou três pessoas, 295 mil casas e lojas continuam hoje sem eletricidade, enquanto que os colégios e alguns serviços públicos devem seguir fechados hoje.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.