Trump adia liberação de arquivos "sensíveis" sobre assassinato de Kennedy

Presidente concordou em adiar a publicação de alguns documentos vinculados ao assassinato em 22 de novembro de 1963 a pedido da CIA, do FBI e outras agências

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/10/2017 22:08

Os Arquivos Nacionais dos Estados Unidos liberarão nesta quinta-feira 2.800 documentos sobre o assassinato do presidente John F. Kennedy, mas adiará a publicação de alguns arquivos "sensíveis" em convergência com o presidente Donald Trump, informaram os funcionários.
 
 
Trump concordou em adiar a publicação de alguns documentos vinculados ao assassinato em 22 de novembro de 1963 a pedido da CIA, do FBI e outras agências, disseram as fontes.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.