Naufrágio de bote com imigrantes deixa 23 mortos no Mediterrâneo

"Foi um dia difícil na zona central do Mediterrâneo, demonstramos que trabalhamos para salvar vida", reconheceu a entidade

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 03/11/2017 18:51

Pelo menos 23 corpos de imigrantes foram recuperados nesta sexta-feira (3/10), durante uma operação de resgate no Mediterrâneo - informou no Facebook a Eunavformed, operação naval europeia que acontece perto da costa líbia.



Na mesma operação, outras 64 pessoas foram socorridas a tempo, em um bote inflável que começava a naufragar, acrescentou a Eunavformed.

"Foi um dia difícil na zona central do Mediterrâneo, demonstramos que trabalhamos para salvar vida", reconheceu a entidade.

"Desde muito cedo, todas as unidades que participam da operação 'Sophia' se dedicam a socorrer pessoas", informou a Eunavformed no Facebook.

O corpo da União Europeia, coordenado por autoridades italianas, vigia desde 2015 a costa da Líbia para impedir o tráfico de pessoas e deter o fluxo de emigrantes ilegais.

"O barco irlandês 'Le Niamh' esteve envolvido na operação de resgate e salvou 53 pessoas em perigo, enquanto ao mesmo tempo a embarcação espanhola 'Cantabria' esteve envolvida em duas operações", informou a entidade.

Segundo a Guarda Costeira italiana, que coordenou as operações de resgate, cerca de 700 pessoas foram socorridas nesta sexta-feira em seis operações.

 

Leia mais notícias em Mundo

 

Há dois dias foram encontrados os corpos de sete migrantes a bordo de embarcações improvisadas em frente à costa da Líbia.

Novecentas pessoas foram resgatadas nesta mesma operação, informaram as autoridades italianas.

Segundo os dados do ministério do Interior italiano, 111.397 migrantes chegaram à Itália desde o começo do ano até 31 de outubro, 30% menos que no ano passado durante o mesmo período.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.