Impaciência de Trump com as carpas no Japão chama atenção nas redes sociais

Gesto impaciente de Donald Trump com as carpas ocorreu durante visita a Tóquio, quando o líder norte-americano estava acompanhado do primeiro-ministro japonês Shinzo Abe

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 06/11/2017 07:28 / atualizado em 06/11/2017 09:50

Jim Watson/AFP
Fotografias e vídeos do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, jogando um pacote inteiro de comida para peixes em um lago de carpas japonesas provocou uma 'festa' nas redes sociais nesta manhã de segunda-feira (6/11). O gesto, visto como impaciente, ocorreu durante a visita do líder norte-americano a Tóquio, no segundo dia da turnê por cinco países na Ásia. 

De pé, Trump e o primeiro-ministro japonês Shinzo Abe começaram a jogar pequenas porções da comida, que estava em caixas de madeira, em uma lagoa repleta de carpas koi coloridas, no palácio de Akasaka. Rapidamente os animais começaram a se aglomerar no local onde caía o alimento. Pouco depois, Trump aparentemente perdeu a paciência com o método e virou de uma vez só na água todo o conteúdo da caixa.

Veja fotos de Trump em Tóquio:


Shinzo Abe observou a cena com um sorriso discreto, assim como as mulheres vestidas de quimono ao lado de Abe e de Trump. Já o secretário de Estado Rex Tillerson mostrou surpresa com a atitude de Trump com as carpas, mas acabou rindo da situação. Em seguida, Trump e Abe acenaram e deixaram o local junto com a comitiva que os acompanhava.

Vários repórteres que acompanhavam o momento fizeram imagens e vídeos, e a ação de Trump logo causou polêmica na internet. No Twitter, o gesto virou motivo de piadas e críticas entre os internautas: "Trump não consegue nem alimentar os peixes de modo correto", ironizou um deles. Outro manifestou preocupação com o modo como o presidente dos EUA tratou os animais. "Trump, essas são as carpas imperiais. Peixes não sabem a hora de parar de comer, por isso tem que alimentar aos poucos senão... morrem", escreveu. Um internauta brincou: "É muito protocolo para a paciência de Trump."

Outras filmagens feitas no palácio de Akasaka mostraram que, mesmo que não tenha tido delicadeza e o mínimo de traquejo para alimentar os animais de forma calma, Trump seguiu a liderança de seu anfitrião. Segundo o jornal britânico The Guardian, houve especulações de que um empregado do palácio teria sido designado em seguida para limpar a 'bagunça' no lago assim que Trump e Abe saíram.

Morte por excesso de comida

A grande coleção de carpas koi do palácio já foi vista por uma sucessão de líderes mundiais, incluindo Margaret Thatcher. Nenhum, no entanto, foi tão impaciente com o cardume quanto Trump. Mas o erro na alimentação de peixes não foi cometido apenas pelos líderes em Tóquio. Especialistas destacam que a sobrealimentação é o erro mais comum de criadores de carpas, o que pode levar os animais à morte. O despejo de grande quantidade de comida no criadouro das carpas provocam queda expressiva na qualidade da água, a deixando tóxica para os peixes.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.