Tillerson alerta sobre crise no Líbano e diz que Hariri é aliado dos EUA

O chefe da diplomacia americana chamou Hariri, que anunciou sua renúncia em 4 de novembro a partir da Arábia Saudita, de um "forte aliado" de Washington

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/11/2017 14:06

O chefe da diplomacia americana, Rex Tillerson, pediu nesta sexta-feira aos países que não utilizem o Líbano para um conflito de interesses, após a crise provocada pela reúncia do primeiro-ministro Saad Hariri.

 

Tillerson chamou Hariri, que anunciou sua renúncia em 4 de novembro a partir da Arábia Saudita, de um "forte aliado" de Washington.

 

Leia mais notícias em Mundo

 

"Os Estados Unidos instam todas as partes, dentro e fora do Líbano, a não usar esse país como campo de um conflito de interesses ou contribuir para a instabilidade local", acrescentou o secretário de Estado.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.