Comemorações inusitadas marcam o Dia dos Namorados na capital

Conheça histórias de casais que não deixam a data passar em branco e que celebram a união das mais diversas formas

Há 25 anos, o Alameda Shopping constrói um laço forte com os moradores de Taguatinga e região. Primeiro empreendimento comercial dessa categoria a atuar no local, o Alameda representa um marco no desenvolvimento econômico e social da cidade.

Apresentado por
Alameda Shopping

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/06/2016 21:27 / atualizado em 09/06/2016 16:19

O Dia dos Namorados está cada vez mais próximo. Na cabeça dos casais mais românticos já começam a surgir ideias de como comemorar o 12 de junho de uma forma especial. Muitos deles já sabem o que vão fazer para tornar a data singular ou ao menos guardam na lembrança uma celebração de anos anteriores que marcou o relacionamento. O importante, para eles, é estarem juntos e não deixarem o dia passar em branco.

Arquivo Pessoal
Aventuras em um bote
O Dia dos Namorados mais marcante dos quatro anos de relacionamento de Rafaela Machado, 24 anos, e Samuel Guerreiro Falleiros, 25, foi o de 2013. Ele decidiu aproveitar o clima de romance para pedir emprestado ao pai o bote inflável. O casal preparou lanches, com o objetivo de fazer uma espécie de piquenique dentro do Lago Paranoá, e embarcou na Península dos Ministros para uma tarde romântica.

Um imprevisto no meio do passeio quase estragou a comemoração, mas, com bom-humor, os dois superaram o problema. “Foi tudo perfeito”, conta Rafaela. Quando já estavam no meio do lago, perceberam que o bote estava furado. Sem drama, em meio a uma remada e outra, usaram a bomba de inflar que traziam com eles e, de tempos em tempos, voltavam a encher o bote. “Foi muito divertido e diferente. À noite, saímos para jantar”, lembra a jovem.

Samuel também não se arrependeu da ideia, apesar dos imprevistos, e adorou a experiência de comemorar a data de uma forma diferente. E olha que para algo ficar tão marcado na vida do casal é porque foi realmente inusitado. Os dois fazem questão de comemorar não o só o Dia dos Namorados como todos os aniversários de namoro. No dia 19 de cada mês, fazem alguma coisa especial, como sair para jantar ou pelo menos trocar lembranças. “Acho que é preciso comemorar. Não tem graça deixar passar em branco essa data”, finaliza Rafaela.

Edy Carneiro/Retrato e Vídeo
Especial para sempre
O casal Patrícia Almeida, 27 anos, e Clecius Nerby, 25, foi ainda mais longe e decidiu eternizar a importância do Dia dos Namorados. Os dois vão se casar no próximo 12 de junho. Eles já haviam optado pelo mês de junho e, quando perceberam essa oportunidade, agendaram para a mesma data o tão sonhado momento do sim. “Assim, quando nos casarmos, vamos continuar comemorando o Dia dos Namorados”, conta Patrícia.

Os dois estão juntos há seis anos e sempre comemoram com uma viagem para um local mais próximo, onde possam relaxar e aproveitar o tempo sozinhos, como os hotéis ou pousadas de Pirenópolis (GO). Um dos presentes mais marcantes que ela ganhou do namorado, hoje noivo, na data foi uma caricatura emoldurada que ele encomendou durante viagem a Portugal. Fazer esses desenhos durante as viagens é uma tradição do casal, que vai colocar todos em uma parede na casa nova. Por isso, a lembrança tem um valor especial para Patrícia.

Ela está na correria dos últimos preparativos para que a festa seja exatamente conforme o planejado e um dos principais objetivos é fazer com que a comemoração sirva para que os casais de amigos que comparecerão à cerimônia aproveitem para celebrar, juntos, o momento que normalmente é passado a dois. “No nosso casamento, queremos transmitir o clima de amor e de união, porque os nossos convidados vão passar o Dia dos Namorados conosco”, resume Patrícia.

Arquivo Pessoal
Juntos até no plantão

Apesar de estarem juntos há 11 anos, há tempos o casal Rebecca Carolina Lins e Arthur Ataíde Lopes, ambos de 26 anos, não sabem o que é comemorar o Dia dos Namorados com um jantar a dois ou uma viagem. A última vez que tiveram tempo para fazer isso foi quando ainda estavam no ensino médio. Depois, os dois escolheram o curso de medicina e iniciaram uma maratona de estudos e de trabalho que continua até hoje, mas nada que impeça a celebração, mesmo que rápida, todo mês de junho.

Ela é estudante do último semestre do curso de medicina e ele se formou há um ano e meio e iniciou a residência em radiologia. “Chegamos a estudar juntos em alguns dias dos namorados”, conta Rebecca. No próximo dia 12, eles devem passar a data juntos, mas durante o plantão dele no hospital.

Mesmo sem tempo para uma comemoração mais elaborada, Rebecca sempre dá um jeito de fazer algo especial na data. Dessa vez, provavelmente vai comprar uma pizza para os dois lancharem no intervalo do plantão. “As pessoas ficam muito preocupadas com o que vão dar (de presente), e acho que isso é o mesmo importante, mas o que mais importa nessa data é estar junto”, finaliza Rebecca.

Arquivo Pessoal
Noite romântica no lago

A empresária Ranna Carla Oliveira, 32 anos, foi surpreendida com um presente do marido Alan Gomes, 36, no Dia dos Namorados do ano passado: ele alugou uma lancha para que os dois passassem uma noite romântica no Lago Paranoá, com direito a vista para a Ponte JK.

Alan é sócio de uma empresa que presta esse serviço e Ranna normalmente fica responsável pela decoração do espaço antes de os casais chegarem. Só que, dessa vez, Alan organizou tudo para que outra pessoa preparasse a embarcação. Antes de entrar, Ranna achou que iria apenas checar se estava tudo em ordem, mas, na verdade, era ela quem iria usufruir do passeio planejado pelo companheiro. “Foi bacana, porque o céu estava limpinho, cheio de estrelas, a lua... Também teve café da manhã no dia seguinte”, lembra Alan.

O casal está junto há seis anos e casado há dois. Ele conta que não dá para fazer surpresa em todas as datas, porque o mais legal é a pessoa não estar esperando pelo presente inusitado. O que os dois buscam fazer é diversificar as comemorações. “A ideia é sempre fazer alguma coisa diferente”, relata.

Curiosidade
No Brasil, o Dia dos Namorados é comemorado na véspera do Dia de Santo Antônio, conhecido como o santo casamenteiro na religião católica. Em outros países, é mais comum que essa celebração ocorra em 14 de fevereiro, o Dia de São Valentim, ou Valentine’s Day.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.