política
  • (2) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

CCJ da Câmara dos Deputados nega recurso de Donadon contra cassação A defesa de Donadon apresentou recurso segunda-feira (9/12) questionando a recomendação do conselho. O colegiado deve votar na próxima semana o parecer de Zveiter

Agência Brasil

Publicação: 13/12/2013 17:44 Atualização:

Donadon durante sessão de votação para decidir a cassação do seu mandato (Carlos Moura/CB/DA Press)
Donadon durante sessão de votação para decidir a cassação do seu mandato

Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados negou nesta sexta-feira (13/12) recurso apresentado pelo deputado Natan Donadon (sem partido-RO) contra decisão do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, no final de novembro, que recomendou a cassação do mandato por quebra de decoro.

A defesa de Donadon apresentou recurso segunda-feira (9/12) questionando a recomendação do conselho. O relator do recurso, deputado Sergio Zveiter (PSD-RJ) negou o acolhimento do questionamento. O colegiado deve votar na próxima semana o parecer de Zveiter.

Caso o parecer seja aprovado, o processo por quebra de decoro parlamentar segue para a Mesa Diretora da Câmara e, em seguida, para o plenário, que deverá decidir se cassa o mandato de Donadon.

Este é o segundo processo de cassação enfrentado pelo deputado de Rondônia. No dia 28 de agosto, o plenário da Câmara rejeitou o pedido. Na votação secreta, 233 parlamentares se manifestaram a favor da cassação, mas, para que Donadon perdesse o mandato, seriam necessários pelo menos 257 votos. O episódio motivou a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição 43/2013, conhecida como PEC do Voto Aberto. O processo de cassação de Donadon será o primeiro após a aprovação da PEC e em que a votação não será mais secreta.

Leia mais notícias em Política

Donadon foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a 13 anos e quatro meses prisão por peculato e formação de quadrilha. Desde junho, cumpre pena na Penitenciária da Papuda, no Distrito Federal.

O deputado foi também condenado pelo Supremo Tribunal Federal pelo desvio de R$ 8,4 milhões da Assembleia Legislativa de Rondônia, quando ocupava o cargo de diretor financeiro da instituição.

Esta matéria tem: (2) comentários

Autor: Elias Rosa
Será que dessa vêz será o voto secreto ou vai aparecer no painel o nome dos parlamentares que votarão contra ou a favor desse gatuno, êle tá bem no lugar em que está e lá deve continuar, lugar de bandido é na cadeia. | Denuncie |

Autor: Luiz Campos
Donadon faz parte da bancada da papuda e insiste em legislar de dentro da cela, sem terno nem gravata, mas com a roupa listrada de prisioneiro. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.