política
  • (7) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Planalto conta com as Forças Armadas na segurança da Copa do Mundo Reunião com Dilma deve discutir como Exército, Marinha e Aeronáutica podem atuar na segurança do evento. Militares defendem esse tipo de missão para garantir "a lei e a ordem"

Luiz Carlos Azedo

Publicação: 28/01/2014 09:15 Atualização:

Militares do Exército e da Marinha ocupam o complexo de favelas do Morro do Alemão, no Rio: apoio da população (Jefferson Bernardes/AFP)
Militares do Exército e da Marinha ocupam o complexo de favelas do Morro do Alemão, no Rio: apoio da população

A presidente Dilma Rousseff convocou os ministros da Justiça, José Eduardo Cardozo, da Defesa, Celso Amorim, e dos Esportes, Aldo Rebelo, para discutir a segurança da Copa do Mundo, que já preocupa tanto quanto os atrasos nas obras de construção dos estádios e de mobilidade urbana. O encontro se dará tão logo ela volte da viagem a Cuba e à Venezuela. O ministro Celso Amorim vai informar que as Forças Armadas estão preparadas para garantir a segurança da competição, de atletas e torcedores. Os protestos de sábado, com pessoas feridas e ondas de vandalismo, ligaram o alarme no Palácio do Planalto.

Leia mais notícias em Política

Na segunda-feira (27/1), o Ministério da Defesa anunciou que vai fazer “ajustes pontuais” no regulamento lançado em dezembro, que disciplina a atuação das Forças Armadas em ações de segurança pública. Publicado em 20 de dezembro, o Manual de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) atribui poder de polícia às Três Armas mediante ordem da presidente da República.

O documento traduz a nova doutrina de “operações de amplo espectro” do Exército, que prevê a utilização de blindados em ações para garantir a ordem pública. Uma legislação antiterrorista também foi aprovada pelo Congresso para dar suporte legal à segurança da Copa. Recentemente, o Exército e a Marinha foram chamados para garantir o leilão de Libra, no Rio de Janeiro (veja Memória).

Esta matéria tem: (7) comentários

Autor: Nilson Oliveira
Os integrantes das FFAA ganham uma miséria, a décima parte do salário de um PMDF ou Policial Federal. Ainda assim, cumprirão seu dever, pois são bucha de canhão. A PM e PF, lideradas por sindicalistas, cruzarão os braços na Copa, escutem! | Denuncie |

Autor: Inacio Tereziano Moreira
sou a favor das forças armadas contra todo tipo de desordem vandalismo e violência protestar pacificamente é válido mas incendiar carros,saquear lojas,depredar aí é crime anarquia tem que ser combatida e nossa democracia não pode ser confundida com esses atos que sei não expressam a maioria do povo | Denuncie |

Autor: MURILO TIMO
Sucateia as forças armadas e depois quer apoio? Só se for para expulsar esses comunistas do poder! | Denuncie |

Autor: José Corrêa
Agora, o que não se admite é o Brasil, com tantos problemas, financiar projetos em Cuba, nem tampouco ficar bajuoando Fidel Castro, um dos ditadores mais sanguinário da história. | Denuncie |

Autor: José Corrêa
Com o estágio que a violência atingiu no Brasil, além da reforma do CPP e do ECA, a presença das Forças Armadas deveria ser permanente e não só na ocasião da Copa. | Denuncie |

Autor: Vando Duran
SERÁ? ACHO QUE NÃO, PORQUE OS MILITARES ESTÃO TAMBÉM REVOLTADOS E NA PINDAÍBA COMO OS POLICIAIS. AO DESCASO, DESRESPEITADOS, ENDIVIDADOS, DESMOTIVADOS. FORA PT! FORA PETRALHAS! | Denuncie |

Autor: joao barros
as forças armadas são muito mais competentes do que o lixo da polícia militar quanto a garantia da lei e da ordem. MAS o problema disso é a intenção ditatorial que se encontra por trás dessa medida, o que isso representa pro povo. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas