política
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Deputado estadual quer proibir venda de rojões no Rio de Janeiro O rojão que matou o cinegrafista Santiago Andrade era da categoria D, tinha 60 gramas de pólvora e só poderia ser vendido para maiores de 18 anos

Agência Brasil

Publicação: 12/02/2014 16:19 Atualização:

O deputado estadual Carlos Minc (PT) quer proibir a venda de artefatos explosivos com alto poder ofensivo no Estado do Rio. Ele apresentou projeto de lei e espera que a aprovação ocorra antes do carnaval. O rojão que matou o cinegrafista Santiago Andrade era da categoria D, tinha 60 gramas de pólvora e só poderia ser vendido para maiores de 18 anos.

“O projeto não proíbe todos os fogos; alguns são inofensivos. Ele proíbe aqueles que têm poder ofensivo de matar uma pessoa. A carga de pólvora ou explosivo será definida pela Secretaria Estadual de Segurança”, disse Minc.

“Não é possível alguém entrar em uma loja para comprar uma caixa desses explosivos e apontar para a cabeça de alguém”, disse Minc. Ele lembrou o caso em que um torcedor do Corinthians jogou um sinalizador contra torcedores do San José, durante uma partida na Bolívia, e matou um jovem de 14 anos, em fevereiro do ano passado.

Leia mais notícias em Política

“A questão é a seguinte: não podemos banalizar o uso dos artefatos. Se pode estourar o cérebro de uma pessoa a vários metros de distância, não pode qualquer um chegar e sair com dez desses em baixo do braço.” O projeto será submetido à Comissão de Constituição e Justiça e, se aprovado, poderá seguir em regime de urgência para votação na Assembleia Legislativa.

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: João Batista Martins
Parabéns! Esse fogos são usados por traficantes e arruaceiros em protestos. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.