política
  • (19) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Deputado confirma que pagou dinheiro a grupo que acompanhava votação Depois de negar conhecer pagamentos a manifestantes, Nelson Marquezelli diz que notas de R$ 20 e R$ 50 eram de sindicato. Mas, ao ser confrontado com versão de assessor, o parlamentar muda o discurso pela terceira vez: "Se ninguém assumir, eu assumo"

Andre Shalders - Correio Braziliense

João Valadares

Publicação: 02/05/2014 06:55 Atualização: 02/05/2014 10:13

Marquezelli: três versões sobre dinheiro entregue nos corredores da Câmara (Leonardo Prado/Agência Câmara)
Marquezelli: três versões sobre dinheiro entregue nos corredores da Câmara
Um dia depois de alegar desconhecimento em relação ao pagamento em dinheiro vivo de uma claque para aplaudir deputados favoráveis à nova lei dos caminhoneiros, aprovada terça-feira na Câmara, o deputado Nelson Marquezelli (PTB-SP) assegurou que as notas de R$ 50 e R$ 20 foram repassadas pelo Sindicato dos Cegonheiros de Minas Gerais. “Qual o problema disso? O dinheiro é dele. Ele oferece a quem quiser. Quem pagou foi o presidente do Sindicato dos Cegonheiros de Minas Gerais. Ele se chama Carlos (Roesel). Ele estava no meu gabinete”, afirmou.

Leia mais notícias em Política

O parlamentar declarou que o dinheiro distribuído na chapelaria do Congresso Nacional e depois na frente do seu gabinete seria destinado ao pagamento do lanche do grupo que ocupou as galerias do plenário. “Era para tomar um lanche. Um grupo pequeno. Não acho nada disso estranho. No mundo inteiro é assim. Quem tem dinheiro faz o que quer com ele. Estranho é vocês insistirem numa reportagem ridícula como esta. Acho que vocês não têm o que fazer”, disse Marquezelli, que é ouvidor da Câmara.

 (Gustavo Lima/Câmara dos Deputados)
 


A pedido do próprio deputado, o Correio entrou em contato com um servidor do gabinete dele para detalhar o que ocorreu na noite de terça-feira. O funcionário contradisse Marquezelli ao responder que os recursos não tinham sido repassados pelo Sindicato de Cegonheiros de Minas Gerais. “Tenho certeza de que não foi o sindicato que pagou”, disse. O mesmo funcionário informou que outro sindicalista havia assumido ter pagado o grupo de pessoas, no entanto, até o fechamento desta edição, o servidor não havia entrado em contato com o Correio. Momentos antes, o assessor afirmou que não sabia quem tinha dado o dinheiro e negou que as duas funcionárias da Câmara que aparecem no vídeo fazendo o pagamento trabalhassem com o deputado.

Duas investigações serão pedidas

A distribuição de dinheiro vivo nos corredores da Câmara dos Deputados a pessoas que se fizeram passar por caminhoneiros para pressionar a aprovação de um projeto de lei, noticiada ontem pelo Correio, será alvo de dois pedidos de investigação. Integrante do Ministério Público do Trabalho, o procurador Paulo Douglas Almeida de Moraes informa que vai, por meio do Fórum Nacional em Defesa da Lei n° 12.619, representar formalmente a Câmara dos Deputados, para que averigue eventual quebra de decoro parlamentar, e a Procuradoria-Geral da República, que poderá apurar a prática de improbidade administrativa.

Formado por juízes e procuradores do Trabalho, além de entidades sindicais de empregados do setor de transportes, o fórum tem o objetivo de implementar a Lei n° 12.619 — também conhecida como lei do descanso —, que o projeto aprovado pela Câmara na última terça-feira, com o uso dos manifestantes pagos, pretende modificar. Caso o texto passe pelo Senado e se transforme em lei, Moraes promete questionar a constitucionalidade da norma no Supremo Tribunal Federal. Ele cita o aumento de mortes nas rodovias e de gastos públicos com as vítimas como consequências inevitáveis da proposta. (Renata Mariz)

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Você pode participar da nossa cobertura. Deixe o seu comentário sobre essa reportagem.

Esta matéria tem: (19) comentários

Autor: Alexandre Werneck
Uma vergonha! | Denuncie |

Autor: Fernando Vidal
É a certeza da impunidade que faz este "pulha", cconfessar pois sabe que nada, absolutamente nada vai lhe acontecer e sus eleitores do alto de sua ignorância ou má-fé vão reelegê-lo para mais 4 anos de bandidagem oficial. | Denuncie |

Autor: Floriano Lott
Deputado: se a sessão fosse a favor de uma causa gay, o senhor assumiria? | Denuncie |

Autor: esdras meneses
Apertaram até ele abrir o bico. E brasileiro é descarado mesmo.É o país em que pessoas tem preço.O valor desses ai é bem baratinho. | Denuncie |

Autor: arceu mendes
É só investigar que ai tem. | Denuncie |

Autor: FRANCISCO LUSTOSA
Este é o real representante dos membros do Congresso Nacional do Brasil. Inclusive debocha do contribuinte, quando diz que quem tem dinheiro faz o que quer. Acorda Brasil.! | Denuncie |

Autor: jorge
Este País está precisando de uma faxina geral, só tem pilantra. Tudo pago com dinheiro público. Estamos com 1000 anos de atraso e as leis desse pais não serve para nada. | Denuncie |

Autor: Rafael Brasil
Dentre outros motivos, taí o pq deles quererem uma verba de gabinete tao alto. Afinal nao vão tirar do próprio salário né para defender os proprios interesses? | Denuncie |

Autor: Rogerio sousa
concordo com o dep. Nelson. | Denuncie |

Autor: Rogerio sousa
tambem acho.com o meu dinheiro eu faço o que eu bem entender afinal estamos em uma democracia | Denuncie |

Autor: JOSÉ COSTA
O dinheiro é uma ferramenta ambígua, porque, sua energia serve para construir, destruir, orientar, ensinar e também para enganar. O deputado tem razão, quem tem dinheiro faz com ele o que quiser. Melhor usá-lo em benefício de todos... | Denuncie |

Autor: dimas moreira
Que tal DELETAR esse deputado na próxima eleição? | Denuncie |

Autor: Evandro Menezes
Será que corrupto é que está pagando, ou quem recebe que se propõe a uma situação "tosca" como essa? | Denuncie |

Autor: josé medeiros
Todo mundo já sabia, mas agora existe a prova material de como se fazem as leis no país: dinheiro e benesses! Brazziiiiiillllll! | Denuncie |

Autor: raimundo perna
É a banda mais podre de todas as bandas podres que temos.De um lado um representante do povo,do outro o povo....é dando que se recebe.Nesse caso fica difícil saber quem deu ou quem recebeu.O certo é que temos o que merecemos,Bandidos representando um povo bandido. | Denuncie |

Autor: José A. S. Neto
Vamos ver se a OPOSIÇÃO QUER MESMO SER JUSTA ? Vamos ver se ela VAI SOLICITAR EXPLICAÇÕES E CPI ? ? ? Se não fizerem é prova de que são BANDIDOS DISFARÇADOS ! ! ! | Denuncie |

Autor: Ernani oliveira
CASSACAO JA!!! FALTA DE DECORO PARLAMENTAR. ESTÁ NO REGIMENTO LEGSLATIVO!!! ESSE É DA TURMA DO GOVERNO FEDERAL. | Denuncie |

Autor: Ernani oliveira
ESSE DEPUTADO FAZ PARTE DO MENSALAO DO GOVERNO DO PT. FALTA DE DECORO. CASSACAO JA!!!! | Denuncie |

Autor: Carla Carla
Olha o mensalinho do PTB... | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas