política
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Negociação truncada pelo fim da greve dos policiais e bombeiros em Recife Com as paralisações o medo se espalhou pela cidade, com saques ao comércio e crimes violentos

Rosana Hessel

Publicação: 16/05/2014 08:20 Atualização:

Tanque do Exército nas ruas: apesar do fim da greve, tropas continuarão no Recife hoje (Guilherme Veríssimo/Esp.CB/D.A Press)
Tanque do Exército nas ruas: apesar do fim da greve, tropas continuarão no Recife hoje

O desfecho da greve de policiais e bombeiros militares em Pernambuco começou a ser costurado nos bastidores, com a intervenção de deputados estaduais ligados ao governo, à oposição e à bancada independente. Desde quarta-feira (14/4), pelo menos duas reuniões foram realizadas a portas fechadas na Assembleia Legislativa do estado entre os parlamentares e a comissão que representa a categoria. Nessas conversas, a pauta de reivindicações foi apresentada, houve garantias, e o acordo saiu ontem.

A primeira dessas reuniões ocorreu ainda na manhã de quarta, depois que o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) decretou a ilegalidade do movimento. Como naquele momento o governo havia fechado o canal de negociações por conta da decisão, coube aos deputados o trabalho de mediar o debate.

Leia mais notícias em Política

Quando o resultado dessas negociações foi levado aos policiais e bombeiros, um fato denunciou a falta de “timing” do governo: no mesmo momento em que a tumultuada assembleia que encerrou a greve acontecia em frente ao Palácio do Campo das Princesas, sede do governo, o governador João Lyra Neto (PSB), acompanhado do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, concedia entrevista coletiva a pouco menos de um quilômetro dali, na sede da Secretaria de Planejamento e Gestão. Ele falava sobre a necessidade da presença do Exército no estado e da realização de uma reunião para avaliar a situação depois do caos instaurado. Só após falar com a imprensa, tomou conhecimento de que a greve havia acabado.

(Com informações de Thiago Neuenschwander)

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas