política
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Imprensa estrangeira destaca problemas com greve dos metroviários em SP Turistas brasileiros no exterior são questionados sobre as manifestações no país

Ana Pompeu

Amanda Almeida

Publicação: 07/06/2014 07:12 Atualização:

A menos de uma semana da abertura da Copa do Mundo, as manifestações grevistas e contrárias ao eventos em várias cidades do país ganham destaque na imprensa estrangeira, que traz alerta sobre a preocupação do governo federal com a segurança e a mobilidade dos turistas. Nas ruas da Europa, é comum brasileiros serem abordados para comentar sobre os protestos às vésperas do Mundial. Ontem, foi a vez de a greve dos metroviários em São Paulo ocupar páginas e sites dos periódicos. A mídia internacional diz, ainda, que a população não está completamente animada com o torneio.

As notícias sobre as manifestações têm repercutido nas ruas da Espanha. Copa do Mundo é sempre assunto tratado com turistas brasileiros, mas não só o futebol. Em Madri, os espanhóis emendam as perguntas sobre o possível campeão do evento com um comentário sobre os atos que acompanham pelos jornais. No bate-papo, ressaltam que ir para as ruas é importante — eles vivem uma série de protestos contra a monarquia —, mas temem pela segurança dos turistas que viajarão para os jogos.

Em Barcelona, os moradores também comentam nas ruas a situação que veem no Brasil. Eles perguntam aos turistas brasileiros se vale a pena ir ao país neste momento ou se é melhor esperar o fim do Mundial. Querem saber a quantas anda a insatisfação dos brasileiros e a expectativa de manifestações nas cidades sedes. Os mais bem informados questionam até a influência que a Copa pode ter no resultados das eleições, em outubro. Diariamente, a imprensa europeia noticia os problemas no Brasil.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.
Tags:

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Floriano Lott
É a Imprensa estrangeira marronzista querendo atacar o PT. Durante a Copa o brasileiro vai abrir uma cervejinha e torcer pela TV. Como disse a Joana Havelange, o que tinha que ser roubado (superfaturamento) já foi; sem esquecer que o Ronaldo Fenômeno disse que não se constrói estádios com hospitais. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas