política
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Dilma oferece ajuda federal ao Paraná, atingido por forte chuva O ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira, irá ao Paraná para coordenar as operações da Defesa Civil, da Força Nacional de Saúde e do Batalhão de Engenharia do Exército

Agência Brasil

Publicação: 09/06/2014 14:55 Atualização:

A presidente Dilma Rousseff ofereceu o apoio ao governo do Paraná para enfrentar os problemas decorrentes da forte chuva que atinge o estado desde o final da semana passada . A oferta de apoio foi feita durante conversa na manhã desta segunda-feira (9/6), por telefone, com o governador do Paraná, Beto Richa.

“Conversei hoje com o governador Beto Richa e ofereci a solidariedade do governo federal ao povo do Paraná e às vítimas das fortes chuvas. Daremos todo o apoio necessário para ajudar no resgate e no acolhimento dos desabrigados. Estamos junto com os paranaenses nesta momento difícil”, informou a presidente Dilma em seu perfil oficial no Twitter.

A presidente disse ainda que determinou ao ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira, que vá ao Paraná para coordenar as operações da Defesa Civil, da Força Nacional de Saúde e do Batalhão de Engenharia do Exército.

A chuva forte que atinge o Paraná desde o final da semana passada deixou nove mortos e afetou 55.659 pessoas em todo o estado, segundo boletim divulgado hoje pela Defesa Civil Estadual. De acordo com a Defesa Civil estadual, 70 cidades estão em situação de emergência. A região central do estado é a mais prejudicada, principalmente os municípios de Guarapuava, Irati e Rebouças. A chuva forte também interditou rodovias estaduais e federais devido a quedas de barreiras e alagamentos.

Leia mais notícias em Política

Segundo o Instituto Tecnológico Simepar, no Paraná ainda pode chuviscar hoje entre o leste e o litoral e também no noroeste e no norte. Nas demais regiões, o dia amanheceu com muita nebulosidade e com pouca visibilidade em vários municípios. O sol volta a aparecer com mais força a partir da tarde de hoje, principalmente no interior.

Segundo o governo estadual, estão sendo liberados R$ 6 milhões para os municípios comprarem vacinas, medicamentos, contratarem e pagarem hora extra aos profissionais de saúde.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas