política
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Oposição acusa Dilma de fazer campanha antecipada em pronunciamento na TV Ela exaltou a construção dos estádios e afirmou que as obras previstas de infraestrutura ficaram prontas

Paulo de Tarso Lyra - Correio Braziliense

Daniela Garcia - Correio Braziliense

Publicação: 11/06/2014 08:19 Atualização: 11/06/2014 08:32

Segundo Dilma Rousseff, os pessimistas 'foram derrotados pela capacidade de trabalho e a determinação do povo brasileiro, que não desiste nunca' (Reprodução/Luis Tajes/CB/D.A Press)
Segundo Dilma Rousseff, os pessimistas "foram derrotados pela capacidade de trabalho e a determinação do povo brasileiro, que não desiste nunca"


Em queda nas pesquisas de intenção de voto e nos índices de aprovação de governo e com a possibilidade de segundo turno cada vez mais consolidada, a presidente Dilma Rousseff aproveitou o pronunciamento em cadeia de rádio e televisão sobre a Copa do Mundo para fazer propaganda política da própria gestão. Ela exaltou a construção dos estádios e afirmou que as obras previstas de infraestrutura ficaram prontas. A oposição classificou o pronunciamento de propaganda eleitoral subliminar, lembrou que a presidente Dilma Rousseff não vai discursar na abertura da Copa por medo das vaias e prometem entrar com nova representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por propaganda eleitoral antecipada.

Em nota oficial, o PSDB afirma que “a presidente buscou uma forma de se esquivar do contato direto com os brasileiros, com o intuito de evitar a repetição das manifestações que ocorreram na Copa das Confederações”. De acordo com os tucanos, a presidente surpreendeu ao “utilizar o pretexto da Copa do Mundo para criticar milhões de brasileiros que vêm legitimamente manifestando sua discordância com a forma como o governo encaminhou os preparativos do evento”. E que, ao agir assim, “mais uma vez deixa claro que não entendeu a mensagem das ruas”.

Leia mais notícias em Política

Dilma usou a inclusão social vivida pelo país nos últimos anos para justificar as passeatas. “Temos uma democracia jovem, dinâmica e pujante e convivemos com manifestações populares e reivindicações que nos ajudam a aperfeiçoar, cada vez mais, nossas instituições democráticas”. E utilizou um conhecido bordão futebolístico — treino é treino, jogo é jogo — para assegurar que tudo dará certo. “No jogo, que começa agora, os pessimistas já entram perdendo. Foram derrotados pela capacidade de trabalho e a determinação do povo brasileiro, que não desiste nunca”, afirmou a presidente.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.
Tags:

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Messias Cassemiro cassemiro
Ora, o que tem feito o Aécio e o Campos, diuturnamente, nas redes de TV, não representa propaganda antecipada? Tomara que chorem por muito tempo, porque cansei de ver o nosso Brasil passar de pai para filho, de avô para neto e de tio para sobrinho. A Dilma vale por si, sem ascendentes políticos. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas