política
  • (2) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Aliados afirmam que Sarney não disputará mais um mandato em outubro O motivo seria a saúde da esposa, que está debilitada

Paulo de Tarso Lyra - Correio Braziliense

Naira Trindade

Publicação: 24/06/2014 08:04 Atualização:

 (	Iano Andrade/CB/D.A Press)

Aliados do senador José Sarney (PMDB-AP) afirmaram ontem que o ex-presidente da República não concorrerá a mais um mandato em outubro, encerrando mais de meio século de vida pública. O jornalista Cleber Barbosa, que trabalha com o peemedebista no estado, afirmou, em nota oficial, que Sarney, aos 84 anos, “confirmou aquilo que seus amigos mais próximos e os aliados em Macapá foram comunicados na semana passada”. O presidente estadual do PMDB, Gilvan Borges, acrescentou que o parlamentar já comunicou a decisão à presidente Dilma Rousseff (PT) durante viagem de ambos a Macapá. Nem o gabinete em Brasília, tampouco a direção nacional do PMDB, confirmam as informações.

Leia mais notícias em Política

Oficialmente, a justificativa seria o fato de dona Marli Sarney estar doente. “É chegada a hora de parar um pouco com esse ritmo de vida pública que consumiu quase 60 anos de minha vida e afastou-me muito do convívio familiar”, teria dito Sarney, segundo a nota divulgada pelo assessor local. A presença dele na convenção do PMDB estadual, dia 27, está confirmada pela assessoria em Brasília.

Sarney já vinha demonstrando sinais de incerteza sobre concorrer a mais um mandato. Na semana passada, ele reuniu-se com integrantes da direção partidária para avaliar o quadro local. “Ele tem a exata noção de que enfrentará uma eleição muito dura, mais ainda do que a que enfrentou em 2006”, disse um dirigente do partido.

Algumas indicações locais também demonstravam uma mudança de rumos. O deputado federal Davi Alcolumbre (DEM-AP), bastante ligado ao ex-presidente, começou a divulgar a notícia de que pretende concorrer ao Senado. O nome dele, inclusive, aparece nas pesquisas de intenção de voto realizadas por institutos de pesquisa do Amapá.

Ontem, Sarney foi vaiado em um evento do Minha Casa, Minha Vida, ao lado da presidente Dilma Rousseff.

Esta matéria tem: (2) comentários

Autor: Alex Bernardo
Agora ele fará na vida PRIVADA o que fez na vida pública... | Denuncie |

Autor: andre afm
Affff ninguém aguenta mais, nem os maranhenses. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas