política
  • (3) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

"Dilma entregará o país pior do que recebeu", afirma Eduardo Campos Assim como o candidato do PSDB, Aécio Neves (MG), o pessebista defendeu o fim da reeleição. E disse que não será eleito pensando em reeleição

Publicação: 16/07/2014 08:04 Atualização: 16/07/2014 08:41

Campos: estou pensando em fazer com que o Brasil viva um tempo de união, com uma pauta renovadora, com ciclo de transição (Oswaldo Reis/Esp. CB/D.A Press)
Campos: estou pensando em fazer com que o Brasil viva um tempo de união, com uma pauta renovadora, com ciclo de transição

O candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos, declarou nessa terça-feira (15/7) que a presidente Dilma Rousseff (PT) é a primeira do ciclo da redemocratização que "entregará o país pior do que recebeu". "Itamar Franco entregou melhor, Fernando Henrique Cardoso e Lula também." Campos, que participou de sabatina promovida pelo jornal Folha de S.Paulo, pelo portal UOL, pelo SBT e pela rádio Jovem Pan, mais uma vez evitou criticar o ex-presidente Lula. "Quem é o candidato do PT? A Dilma. Então, não posso disputar a eleição com outra pessoa. Se o candidato fosse Lula, estaria agora me dirigindo ao presidente Lula. Você acha que vou entrar nessa do PSDB de ficar aqui fazendo debate com o Lula? Não", afirmou.

Assim como o candidato do PSDB, Aécio Neves (MG), o pessebista defendeu o fim da reeleição. "Não vou ser eleito pensando em reeleição. Estou pensando em fazer com que o Brasil viva um tempo de união, com uma pauta renovadora, com ciclo de transição. Não tenho nenhuma intenção de me candidatar à reeleição", assegurou o ex-governador de Pernambuco.

Leia mais notícias em Política

O candidato, que criticou o atraso na transposição do Rio São Francisco, foi lembrado pelos jornalistas de que o ex-ministro da Integração Nacional Fernando Bezerra Coelho, responsável por tocar a obra, é do PSB e foi indicado por Campos. "A responsabilidade das obras que não foram entregues neste governo é da presidente Dilma. O ministro tem parte da responsabilidade, mas a responsabilidade política é dela", disse.

Esta matéria tem: (3) comentários

Autor: raimundo perna
O interessante de tudo isso é que se alguém ganhar que não seja a Dilma vai certamente falar:Herdei uma herança maldita.Se a Dilma ganhar:Vou melhorar mais ainda .Tá difícil. | Denuncie |

Autor: francisco de assis silva
A reeleição que deveria acabar é de senadores, deputados e vereadores, no atual modelo não importa quem será o presidente o PMDB sempre vai governar o Brasil, sem culpa ou responsabilidade. | Denuncie |

Autor: Paulo Ramon
Não adianta, enquanto não houver investimentos pesados em educação de qualidade o país sempre será atrasado, sem crescimento econômico e sem expressão no mercado externo. Os políticos candidatos à presidência precisam prestar atenção nisso, basta de enganar o nosso povo. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas