política
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Procuradoria vai analisar fraude na CPI da Petrobras A investigação pode atingir agentes que têm prerrogativa de foro, já que os tucanos pedem, por exemplo, que a suposta atuação do senador José Pimentel (PT-CE), relator da CPI, seja investigada

Publicação: 09/08/2014 08:00 Atualização:

A Procuradoria da República no Distrito Federal (PRDF) abriu dois procedimentos para investigar as denúncias de manipulação em depoimentos na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) sobre a Petrobras. A oposição acusa o governo de ter montado um "gabarito" para os convocados responderem aos questionamentos no colegiado, entre eles o ex-diretor da empresa Nestor Cerveró.

Na área civil, o alvo da apuração da PRDF é identificar se houve improbidade administrativa. Já na área criminal, a investigação é de suposta fraude. A reação foi motivada por uma notícia-crime e uma representação encaminhadas pelo PSDB ao Ministério Público Federal. A investigação pode atingir agentes que têm prerrogativa de foro, já que os tucanos pedem, por exemplo, que a suposta atuação do senador José Pimentel (PT-CE), relator da CPI, seja investigada.

Esquecida durante os dias de Copa do Mundo, a crise da Petrobras voltou à agenda eleitoral depois da divulgação de um vídeo no qual há a indicação de que os depoimentos de Maria das Graças Foster (presidente da Petrobras), José Sérgio Gabrielli (ex-presidente da estatal) e Cerveró (ex-diretor da área internacional da empresa) tiveram as respostas combinadas com o governo.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas