política
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

ELEIÇÕES » "Municípios não podem continuar sendo patinho feio", diz Aécio a prefeitos Em Manaus, o candidato do PSDB à Presidência da República defendeu a necessidade de refundar a Federação do Brasil

Agência Brasil

Publicação: 09/08/2014 18:21 Atualização: 09/08/2014 18:48

Aécio Neves em Manaus (AM) ao lado do prefeito Arthur Virgílio (Igo Estrela/ Coligação Muda Brasil)
Aécio Neves em Manaus (AM) ao lado do prefeito Arthur Virgílio


Em encontro hoje em Manaus com mais de 30 prefeitos, o candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, defendeu a necessidade de refundar a Federação do Brasil, para que os municípios sejam mais bem tratados pelo governo federal. Ele disse que, se eleito, vai reconstruir a federação para impedir que o Executivo Federal seja o único a definir as prioridades em cada uma das regiões.

"Os municípios não podem continuar sendo o patinho feio da Federação, dependendo em tudo da boa vontade e do bom humor de quem está no governo central. Não podemos mais permitir que as desonerações que o governo federal faz incidam sobre a receita dos municípios e dos estados. Isso faz com que a saúde, a educação e a segurança fiquem com menos recursos. Temos que garantir a alforria dos municípios brasileiros", disse Aécio.



O tucano ressaltou que não é possível governar o Brasil sem que os municípios tenham mais autonomia. Acrescentou que pretende fazer um pacto com todos os municípios para que eles possam resgatar a capacidade de investimento. "Hoje é atendido quem é amigo do rei ou da rainha, e o dinheiro é público. Não existe essa história de dinheiro federal, dinheiro estadual e dinheiro municipal. O dinheiro é público e é assim que tem que ser tratado: de forma republicana."

O candidato do PSDB prometeu que, se eleito, vai garantir o resgate dos investimentos, com serenidade, tranquilidade para que o Brasil volte a crescer, respeitando os municípios. "Vamos garantir no nosso governo respeito a todos os municípios, independentemente do partido ao qual esteja filiado o prefeito. É disso que o Brasil precisa: descentralização, eficiência e solidariedade com as pessoas".

Em relação às denúncias de fraude em biografias do Wikipédia, Aécio Neves considerou "um absurdo o que vem ocorrendo". E acrescentou: "É mais uma demonstração do autoritarismo desse governo que acha que tudo pode, acha que é dono do país e até da história das pessoas". Para o tucano, "está na hora de a presidenta da República dizer, com muita clareza, que providências está tomando".

Ainda hoje, Aécio cumpre agenda em Rio Branco, onde faz comício. As informações foram divulgadas pela assessoria de imprensa do candidato.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas