política
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Infográfico mostra detalhes do trajeto do avião que caiu em Santos O jato caiu em uma área residencial cercada por escolas e creches; na queda, atingiu parte da Academia de Ginástica Mahatma e destruiu pelo menos oito casas do bairro nobre Boqueirão

Adriana Bernardes

Isa Stacciarini

Publicação: 14/08/2014 08:51 Atualização: 14/08/2014 09:41

Veja as dimensões do avião (Arte/CB/D.A Press)
Veja as dimensões do avião


As causas do acidente que matou o candidato à presidência da República Eduardo Campos (PSB) e mais seis pessoas na manhã de ontem serão conhecidas somente após a análise das informações contidas na caixa-preta. O jato caiu em uma área residencial de Santos (SP) cercada por escolas e creches. Na queda, atingiu parte da Academia de Ginástica Mahatma e destruiu pelo menos oito casas do bairro nobre Boqueirão. Os sete ocupantes do avião morreram na hora e 11 pessoas ficaram feridas. Um bebê de 1 ano e meio segue internado em observação.

A quadra onde o avião caiu fica entre as ruas Vahia de Abreu, Alexandre Herculano, Alvorada e Dr. Washington Luiz. Nas imediações, há prédios de grande porte. O jato fabricado pela Cessna Aircraft decolou às 9h20 do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com destino à Base Aérea de Santos. O piloto tentou pousar, mas arremeteu caindo logo depois, entre 9h50 e 10h. Segundo nota divulgada pela Aeronáutica, o procedimento foi adotado por causa do mau tempo e, em seguida, o controle de tráfego aéreo perdeu contato com a aeronave.

Confira o trajeto do jato  (Agência Nacional de Aviação Civil/Google Earth)
Confira o trajeto do jato


Em uma comunicação com o controlador da Base Aérea, o piloto da aeronave, Marcos Martins, demonstrou bastante tranquilidade ao informar que teria de desistir do procedimento de pouso. “Controle de São Paulo, quem tá falando é o Alfa-Fox-Alfa, vai fazer a ECO UNO da pista 35, vai fazer o bloqueio de Santos e o rebloqueio, ok?”, disse Martins, sereno, em linguagem técnica da aviação.

Leia mais notícias em Política

De acordo com informações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), chovia no momento do acidente. O meteorologista Hamilton Carvalho afirma que, entre as 9h e as 15h, chovia em Santos. “Às 10h, a visibilidade era baixa, o céu estava encoberto por nuvens e o vento era de aproximadamente 14km/h. A velocidade é considerada alta quando as rajadas chegam a 25km/h”, explica.

A Aeronáutica confirmou que, no momento em que o piloto tentou pousar, a Base Aérea de Santos operava por instrumentos. O jato 560XL é considerado um dos mais seguros dessa categoria em operação no Brasil.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas