política
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

PSB deve anunciar a dupla Marina Silva e Beto Albuquerque ao Planalto PSB e Rede Sustentabilidade acertam ponteiros para anunciar dupla Marina Silva-Beto Albuquerque na corrida pelo Planalto. Viúva de Eduardo Campos, Renata falará oficialmente amanhã para pedir unidade aos integrantes do partido e chancelar nomes

Paulo de Tarso Lyra - Correio Braziliense

Tércio Amaral

João Valadares

Publicação: 17/08/2014 08:01 Atualização:

Brasília e Recife — Pacificadas em torno do nome de Marina Silva como candidata da coligação ao Palácio do Planalto, as cúpulas do PSB e da Rede desembarcaram ontem no Recife para acompanhar o velório e o enterro de Eduardo Campos e dos demais integrantes da campanha que morreram na última quarta-feira. Embora tenham dito que o momento é de luto e tristeza, todos sabem praticamente de cor o roteiro político das próximas horas. Tão logo se encerre o sepultamento, hoje, será definido o nome do candidato a vice, mas as negociações afunilam em torno do nome do deputado federal Beto Albuquerque (PSB-RS) — Danilo Coelho (PSB-PE) corre por fora.

Marina Silva chega à casa da família Campos, ontem, no Recife: 'Tenho compromisso com o que a perda de Eduardo nos impõe' (André Coelho/Agência O Globo)
Marina Silva chega à casa da família Campos, ontem, no Recife: "Tenho compromisso com o que a perda de Eduardo nos impõe"


Como antecipou o Correio, o PSB vai elaborar uma carta de compromissos com os principais pontos da coligação para que Marina assine antes da reunião da Executiva na próxima quarta-feira. Além disso, os socialistas vão pedir a ela que deixe de lado, neste momento, qualquer desejo de criação da Rede Sustentabilidade. Aliados de Marina confirmaram que ela aceitará as duas propostas, mas adiantam que existe o risco da militância da Rede não aceitar de pronto o adiamento do sonho de criar o partido. Por isso, a questão será tratada com cautela.

Leia mais notícias em Política

O porta-voz da Rede Sustentabilidade, Walter Feldmann (SP), afirmou que Marina sabe que este não é o momento de debater a criação da Rede. “Sendo confirmada candidata, Marina está plenamente consciente de que a plataforma de campanha — e de governo, caso venha a ser eleita — é aquela acertada pela coligação, não apenas pela Rede”, disse ele, lembrando que esse assunto será retomado em um momento mais adequado.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas