política
  • (2) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

PPS cobra apuração de doações de Graça Foster e Cerveró para parentes As doações teriam sido feitas logo após a manifestação da presidente Dilma Rousseff (PT) condenando o relatório que embasou a compra da refinaria de Pasadena, no Texas (EUA)

Étore Medeiros

Publicação: 21/08/2014 08:41 Atualização: 21/08/2014 08:52

Cerveró, em depoimento à CPI da Petrobras: ex-diretor tirou os bens de seu nome antes de decisão do TCU (Carlos Moura/CB/D.A Press)
Cerveró, em depoimento à CPI da Petrobras: ex-diretor tirou os bens de seu nome antes de decisão do TCU


A oposição protocolou ontem um requerimento para que a CPI mista da Petrobras investigue a transferência de imóveis por parte da presidente da estatal, Maria das Graças Foster, e do ex-diretor da Área Internacional da empresa, Nestor Cerveró, para parentes. As doações teriam sido feitas logo após a manifestação da presidente Dilma Rousseff (PT) condenando o relatório que embasou a compra da refinaria de Pasadena, no Texas (EUA), em 19 de março. Segundo o Tribunal de Contas da União (TCU), a aquisição provocou um prejuízo de US$ 792,3 milhões à estatal. O TCU determinou o bloqueio dos bens de 11 diretores e ex-diretores da estatal e julgava ontem a inclusão de Foster no grupo.

Graça Foster doou imóveis a parentes após estourar o escândalo sobre a compra da refinaria nos EUA (Antonio Cruz/Agência Brasil)
Graça Foster doou imóveis a parentes após estourar o escândalo sobre a compra da refinaria nos EUA


Documentos registrados em cartórios do Rio de Janeiro mostram doações de três imóveis por Foster, para dois filhos, e outros três por Cerveró, também aos dois filhos. As transferências foram feitas antes do bloqueio dos bens pelo TCU. As informações foram reveladas pelo site do jornal O Globo. O requerimento de apuração na CPI mista, apresentado pelo deputado Rubens Bueno (PPS-PR), só será apreciado na próxima reunião deliberativa da comissão, prevista para 2 de setembro.

Ao levar a denúncia ao conhecimento da comissão, que se reuniu ontem, o líder do PPS foi acusado pela deputada Iriny Lopes (PT-ES) de “fazer palanque”. Os dois entraram em uma discussão ríspida. “A presidente Graça Foster esclareceu tudo. Não quero que a CPI seja palanque eleitoral”, criticou a deputada, acusando Bueno de “exarcebar” a denúncia, que ainda precisaria ser apurada. “A senhora que está exarcebando, e em defesa de quê? Da quadrilha do mensalão?”, devolveu Bueno.

Leia mais notícias em Política

Em nota, a Petrobras negou que Foster “tenha feito qualquer movimentação patrimonial com o intuito de burlar a decisão do TCU”. Segundo a estatal, “documentos pessoais da presidente da companhia comprovam que, desde junho de 2013, ela já vinha providenciando a documentação necessária para a lavratura das Escrituras de Doação de Bens Imóveis aos seus filhos”. A estatal ressaltou que “doações de bens são atos legítimos, previstos em lei e objetivam evitar futuros conflitos entre herdeiros.”

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Esta matéria tem: (2) comentários

Autor: Hildo Evaristo
Pura BANDIDAGEM dos Corruptos. Primeira vez PT não leva meu VOTO. | Denuncie |

Autor: carlos silva
TEVE O TEMPO TODO,NÃO CONFISCARAM NADA,ISSO TUDO E UMA VERDADEIRA PALHAÇADA.TAMBÉM PUDERA,O PT SÓ ATRAI O QUE NÃO PRESTA. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas