SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Para 93% dos juízes, foro privilegiado tem que mudar

A pesquisa revelou que 62,1% são contrários à criação de uma Vara especializada em Brasília para julgar políticos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/11/2016 13:24

Eduardo Militão

Pesquisa com juízes federais mostrou que 93% deles querem mudanças no foro privilegiado para políticos e autoridades – benefício destinado a 22 mil pessoas e que, para especialistas, ajuda a atrasar processos judiciais, aumentando a prescrição e a impunidade no Brasil. De acordo com a consulta da Associação dos Juízes Federais (Ajufe), 555 magistrados defendem essa posição. Só 40 magistrados não pediram mudanças, índice de 7% dos votantes.

Um grupo de 56,6% dos juízes quer a extinção do foro privilegiado, que hoje beneficia os magistrados, procuradores, presidente da República, governadores, prefeitos, parlamentares, ministros e, em alguns casos, vereadores e delegados de polícia. Esse grupo teve 337 votantes.

Leia mais notícias em Política

A consulta foi encerrada às 18h de quarta-feira (9/11), divulgada nesta quinta-feira (10/11) e aberta em 27 de outubro.

A pesquisa revelou que 62,1% são contrários à criação de uma Vara especializada em Brasília para julgar políticos. A proposta é uma das soluções intermediárias de um crítico ferrenho do foro privilegiado, o ministro do Supremo Tribunal Federal Luís Roberto Barroso.

Série de reportagens do Correio vem mostrando, desde outubro, medidas que alimentam a impunidade no Brasil, como o foro privilegiado e 10 propostas de lei que reduzem o combate à corrupção. O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) calculou que existiam 8,6 milhões de casos criminais no Brasil em 2015, entre procedimentos novos e pendentes de julgamento. Destes, 140 mil estavam nos tribunais superiores, STF e Superior Tribunal de Justiça. Segundo o CNJ, 42% ou 58.972 se referiam a políticos com direito a foro privilegiado em todo o país.

O que pensam os juízes

As perguntas para os magistrados foram formuladas com redação diversa da listada abaixo, mas com o mesmo sentido

É a favor de mudanças no foro privilegiado?

Sim: 555 votos (93% dos votantes)

Não: 40 (7%).

É a favor da extinção do foro privilegiado?

Sim: 337 (56,6%)

Não: 248 (43,4%).

É a favor de uma Vara especializada em Brasília para julgar autoridades com foro privilegiado?

Sim: 50 (8,5%)

Não: 370 (62,1%)

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade