SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Ex-governador do Rio Anthony Garotinho é preso pela Polícia Federal

Ele foi localizado pelos agentes na casa onde reside no bairro do Flamengo, na zona Sul do Rio de Janeiro. A PF investiga esquema de compra de votos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 16/11/2016 10:53 / atualizado em 16/11/2016 13:20

Hellen Leite

Ronaldo de Oliveira/CB/D.A Press

O ex-governador do Rio de Janeiro e atual secretário de Governo do município de Campos, Anthony Garotinho, foi preso pela Polícia Federal (PF) nesta quarta-feira (16/11). Ele foi localizado pelos agentes na casa onde reside no bairro do Flamengo, na zona Sul do Rio de Janeiro. Além de ex-governador, Garotinho também foi deputado federal e prefeito de Campos.

Leia mais notícias em Política

De acordo com informações preliminares, a prisão seria resultado das investigações da Operação Chequinho, que investiga a compra de votos durante as últimas eleições municipais. A detenção foi solicitada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) e o mandado de prisão foi expedido pelo juiz Glaucenir Silva de Oliveira.

Operação Chequinho

A PF cumpre mandados de prisão no âmbito da Chequinho desde outubro. A operação investiga crimes eleitorais em Campo dos Goytacazes, no Norte do estado do Rio de Janeiro. Em 19 de outubro, oito mandados de prisão foram cumpridos, incluindo o de vereadores acusados de comprar votos. No dia 26 do mesmo mês, uma nova fase da operação cumpriu outros sete mandados.

De acordo com a PF, os investigados colhiam documentos dos eleitores para cadastrá-los no Cheque Cidadão. Segundo as investigações, a prática causou uma explosão na base social do programa e elevou o volume de benefícios em mais de 100% em cinco meses.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Marcus
Marcus - 16 de Novembro às 14:20
Parabéns a justiça! mais um criminoso em seu lugar.

publicidade