Procuradores da Lava-Jato ameaçam renunciar devido a pacote anticorrupção

Força-tarefa diz que, se Senado aprovar texto acordado na Câmara, podem interromper os trabalhos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 30/11/2016 16:20 / atualizado em 30/11/2016 16:54

CNMP/Divulgação

Em entrevista coletiva nesta quarta-feira (30), a Força-Tarefa da Lava-Jato ameaçou renunciar e interromper os trabalhos na operação se o Senado também aprovar o pacote anticorrupção votado na madrugada pela Câmara.


“Nossa proposta é de renunciar coletivamente”, frisou Carlos Fernando dos Santos Lima, citando também uma possível sanção da lei pelo presidente Michel Temer como um fato que os faria reagir de forma radical.

 

O procurador da República, Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava-Jato, também criticou o novo projeto anticorrupção aprovado durante a madrugada de quarta-feira, que sofreu várias mudanças. "A Câmara sinalizou o começou do fim da Lava Jato", afirmou Deltan. "Não será possível trabalhar na Lava Jato se a lei da intimidação for aprovada."

 

Marcha a ré

Mais cedo, um nota divulgada Procuradoria-Geral da República criticou a ação da Câmara, que aprovou o pacote de medidas com uma série de alterações, algumas voltadas ao controle do Judiciário.

 

"O resultado da votação do PL 4850/2016, ontem, colocou o país em marcha a ré no combate à corrupção. O Plenário da Câmara dos Deputados desperdiçou uma chance histórica de promover um salto qualitativo no processo civilizatório da sociedade brasileira", diz a nota, assinada por Rodrigo Janot, procurador-Geral da República e presidente do Conselho Nacional do Ministério Público.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
andre
andre - 01 de Dezembro às 10:14
E muito triste o que esta acontecendo no Brasil, venho falando disso a muito tempo, sobre o impeachment da forma que foi feita e do jeito que foi feita, sempre indaguei onde estaria a advogada Janaina e os outro advogados, onde eles estão em um momento pior institucional, sinceramente começo a acreditar que tudo foi uma farsa so para tirar a Dilma, só vou dar um exemplo de como a coisa esta feia, domingo passado em rede nacional apareceram para dar uma entrevista coletiva Senador Renan Calheiros, Presidente Temer e o Deputado Rodrigo Maia, disseram que tinham feito um acordo (ACORDO) e se aprovado a Lei da anistia ele iria vetar, digamos que isso acontecesse, Temer iria vetar a proposta voltaria para o congresso e os parlamentares poderia derrubar o veto, mais acredito que o acordo foi bem fechado, e foi o seguinte vocês não mantam esse proposta da anistia, tentam encurralar os cabeças desses processos como promotores, juízes, e o estrago estaria feito, o que resta agora fazer TODOS na rua, vamos protestar com dignidade, respeito e muita paz e nas próximas eleições dar o troco em todos, digo todos, vamos anular ou deixar de votar, assim quem sabe o judiciário resolva cancelar o registro de todos aqueles concorreram nas eleições e faça outra temos que dar uma resposta a altura, com esses ai só dessa forma, com outros quem sabe poderemos mudar essas leis de merda, vocês já pararam para pensar o que esses merdas fizeram nessa legislatura, o que eles fizeram ate agora para o povo (NADA)
 
Alvaro
Alvaro - 01 de Dezembro às 06:34
Renunciar não resolve, perdeu-se uma batalha, mas......... a guerra é feita de varias delas!!
 
julimar
julimar - 30 de Novembro às 22:53
Nada de abandonar lava jato. Si a lei aprovada não servi para investiga a lava jato, vai servi pra que então? Si não serve o Ministério publico deve pedir renuncia coletiva, não vamos ficar pagando salario a milhares de foncionario publico quando o mesmo, se juga incapaz para exercer a função.
 
Júlio
Júlio - 30 de Novembro às 20:55
A Câmara, como quase sempre, lutando contra o povo, contra o Brasil e pensando somente nos bandidos corruptos que por lá passeiam. Ali naquele lugar tem mais bandido por metro quadrado que na Papuda. E fiquem de olhos, povo do DF, pois vários deputados nos envergonharam votando medidas a favor da corrupção.
 
Marcia
Marcia - 30 de Novembro às 17:12
Vergonhosa a aprovação do Projeto contra a Corrupção na Câmara! É a contramão da vontade do povo ! Vergonha para o País e para o mundo! Milhares de pessoas assinaram o projeto! respeitem o povo!