Serraglio chama manifestantes de vândalos e não comenta ação da PM

Ministro da Justiça, Osmar Serraglio, afirma que houve vandalismo durante protesto de quarta-feira na Esplanada dos Ministérios, mas se recusa a comentar sobre possíveis excessos cometidos pela PM

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/05/2017 13:29

Marcelo Camargo/Agência Brasil
 
O ministro da Justiça, Osmar Serraglio, chamou de "vândalos" os manifestantes que participaram do protesto da última quarta-feira na Esplanada dos Ministérios. “Evidentemente apoiamos, prestigiamos, e protegemos a manifestação pública. Agora, uma coisa é uma manifestação ordeira e democrática. Outra é o vandalismo. Evidentemente, precisamos identificar quem coordena e, na medida do possível, levar responsabilização aos tribunais”, declarou nesta sexta-feira (26).
 
 
Serraglio, no entanto, evitou fazer qualquer comentário quando questionado sobre o excesso de alguns policiais militares que estavam fazendo a segurança da manifestação, que pedia a saída de Temer e criticava as reformas trabalhista e da Previdência. Seguindo recomendação de sua assessoria, o ministro encerrou a conversa com a imprensa quando surgiram perguntas sobre o assunto.

Na quinta-feira (25), o ministro da Defesa, Raul Jungmann, havia adotado a mesma postura de Serraglio, evitando comentar a ação de PMs flagrados em fotos e vídeos agindo com truculência e até mesmo disparando com armas de fogo em direção a grupos de pessoas.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.