'Duvido que ele vá me denunciar', diz Temer sobre Rocha Loures

Durante entrevista à revista Istoé, o presidente também negou que esteja perdendo apoio do Congresso

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 02/06/2017 11:37 / atualizado em 02/06/2017 14:17

Aureliza Corrêa/Esp. CB/D.A Press


O presidente Michel Temer (PMDB) disse que não teme uma eventual delação do seu ex-assessor Rodrigo Rocha Loures, flagrado recebendo uma mala com R$ 500 mil. A declaração foi dada em uma entrevista à revista Istoé, publicada nesta sexta-feira (2/6). 

 

“Acho que ele é uma pessoa decente. Eu duvido que ele faça uma delação. E duvido que ele vá me denunciar. Primeiro, porque não seria verdade. Segundo, conhecendo-o, acho difícil que ele faça isso”, afirmou Temer. “Agora, nunca posso prever o que pode acontecer se eventualmente ele tiver um problema maior e se as pessoas disserem para ele, como chegaram para o outro menino, o grampeador (Joesley): ‘Olha, você terá vantagens tais e tais se você disser isso e aquilo”. 

 

Durante a entrevista, Temer também minimizou a debandada de alas aliadas e negou que esteja perdendo apoio. “O que vejo é muito achismo. E achismo, no sentido de que o governo paralisou, o país não vai para frente”, afirmou o presidente. E comparou a sua situação atual com a de Dilma Rousseff, às vésperas do impeachment. 

 

“No impeachment da ex-presidente havia milhões de pessoas nas ruas. Esse é um ponto importante, não é? Segundo ponto: não havia mais apoio do Congresso Nacional. No meu caso, não. O Congresso está comigo. A oposição que se faz não é quanto ao conteúdo das reformas, mas uma oposição política. A situação é completamente diferente”, se defendeu.

 

Ele também falou sobre a possibilidade de trocar o comando da Polícia Federal, que atualmente está com Leandro Daiello, caso essa seja a decisão do novo ministro da Justiça, Jardim Torquarto. “Primeiro vou verificar qual é a perspectiva que ele, Torquato, tem em  relação aos vários órgãos que existem lá no Ministério, incluindo a Polícia Federal. Quando ele me trouxer os argumentos eu vou examiná-los, mas a decisão é dele, avalizada por mim, sem dúvida nenhuma”.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
antonio
antonio - 02 de Junho às 15:57
TEM QUE BRECAR A REFORMA PREVIDENCIA URGENTE POIS O PROBLEMA DA PREVIDENCIA E ARRECADAÇÃO POR ISSO TEM QUE SUBIR O TETO PREVIDENCIARIO PARA 10 SM OU SEJA 9.370,00 E COBRAR OS GRANDES DEVEDORES DAR SUPORTE A PREVIDENCIA E INDEPENDENCIA E COLOCAR NA PREVIDENCIA NAO OS GARIBALDI DA VIDA E SIM ALGUEM COM UM MINIMO DE CONHECIMENTO PREVIDENCIA E AI DEPOIS E VERIFICAR OS MOLDES DAS APOSENTADORIAS E ACABAR COM O FATOR PREVIDENCIARIO E MUITO SIMPLES 60% APURADO NOS ULTIMOS 15 ANOS DE CONTRIBUIÇÃO TANTO PARA IDADE COMO PARA TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO E MUITO SIMPLES. O IRRF RETIDO DA FOLHA DE PAGAMENTO E RETIRADAS PRO-LABORE DEVERA IR PARA O FUNDO PREVIDENCIARIO QUE IRA RESTITUIR PARA O CONTRIBUINTE OU SEJA DEVOLVER O RESTO FICA NO FUNDO ATE EQUACIONAR A PREVIDENCIA . POIS E ARRECADAÇAO DO TRABALHO PORTANTO TEM PROTEGER O TRABALHAR O EMPRESARIO.
 
antonio
antonio - 02 de Junho às 15:53
ESTAMOS NO MATO SEM CACHORRO NAO EXISTE NENHUM PURITANO AI NO PODER E SIM VIROU UM CARTEL, UMA MAFIA QUE ESTA LOGADA COM NOME DE PARTIDOS POLITICOS TODOS E DA TURMA DO COVEM POR ISSO QUE ESTAMOS NESSA LAMA PIOR QUE A MINERADORA FIM DA PICADA
 
antonio
antonio - 02 de Junho às 15:51
JA E REU CONFESSO UAI.DUVIDO SE ELE VAI ME DENUNCIAR? E POR QUE TEM ALGUMA COISA PARA SER DENUNCIADO NINGUEM INVENTA A NAO SER SANTOS DUMONT ETC... ESSE AI ESTA IGUAL PERU EM EPOCA DE NATAL E QUESTAO DE CHEGAR A HORA CERTA .NAO TEM IDADE PARA AGUENTAR PRESSÃO E NEM PRISÃO ADEMAIS QUEM VAI ZELAR DO MIGUELZINHOOOO HUMMM