TCU realiza sessão para apreciar contas do governo relativas a 2016

Analisadas anualmente, as contas do presidente apresentam a consolidação das contas individuais de ministérios, órgãos e entidades federais dependentes do orçamento federal

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 28/06/2017 10:39

O Tribunal de Contas da União (TCU) realiza nesta quarta-feira (28/6) sessão extraordinária para apreciar as contas do presidente da República relativas ao exercício fiscal de 2016. A sessão está prevista para começar às 10h30. O relator do processo é o ministro Bruno Dantas.

Analisadas anualmente, as contas do presidente apresentam a consolidação das contas individuais de ministérios, órgãos e entidades federais dependentes do orçamento federal. Em relatórios e pareceres prévios de anos anteriores, a equipe técnica do próprio TCU destacou que, como essas contas individuais são certificadas e julgadas posteriormente, alguns erros ou irregularidades podem só ser constatados e julgados futuramente.


A Constituição Federal estabelece que compete ao TCU apreciar e emitir parecer prévio sobre as contas do presidente da República, no prazo de 60 dias a partir da data de recebimento do processo. O processo em questão foi autuado em 12 de maio deste ano. O parecer do tribunal subsidia com elementos técnicos o Congresso Nacional, responsável por julgar, anualmente, as contas prestadas pelo presidente da República.

As contas em análise referem-se ao período de 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2016, englobando as movimentações financeiras realizadas durante a gestão da ex-presidenta Dilma Rousseff – que foi afastada do cargo em maio do ano passado para se defender no processo de impeachment - e de seu sucessor, o presidente Michel Temer.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.