Lula diz que Temer promove 'desmonte' do país e defende diretas já

O ex-presidente Lula criticou Temer e chamou Rodrigo Maia de golpista ao discursar na posse da senadora Gleisi Hoffmann como presidente do PT

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 05/07/2017 22:45 / atualizado em 05/07/2017 22:57

Luis Nova/Esp.CB/D.A Press
 
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse, na noite desta quinta-feira (5/7), que o Brasil está passando por um processo de "desmonte", referindo-se ao programa adotado pelo governo de Michel Temer, e defendeu a realização de eleições diretas antecipadas.



O ex-presidente defendeu que o presidente Michel Temer seja afastado do cargo devido à denúncia de corrupção encaminhada à Câmara dos Deputados pela Procuradoria-Geral da República, mas afirmou que a esquerda não deve aceitar outro representante eleito indiretamente. Lula defendeu eleições diretas caso Temer seja mesmo destituído, algo que depende de uma mudança na Constituição aprovada pelo Congresso. 

Maia "golpista"


"Certamente, o Rodrigo Maia (presidente da Câmara e primeiro na linha sucessória de Temer) já está se preparando para ser o próximo presidente da República. E nós não podemos achar que um golpista é melhor do que outro. Golpista é golpista", afirmou. 

Apoiada por Lula, Gleisi tomou posse como primeira presidente do partido. O líder petista disse que ter a senadora à frente da legenda é uma "grata e extraordinária surpresa". "Valeu a pena teimar para ver mulheres exercendo papéis de importância nesse país", disse.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.