Estação de trens de Nimes volta ao normal; homem é detido com arma falsa

Pistola que homem carregava não tinha capacidade para disparar

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 19/08/2017 21:28

PATRICIA DE MELO MOREIRA/AFP

 
A estação ferroviária de Nimes, no sul da França, foi evacuada em caráter de urgência e fechada pelas forças de segurança neste sábado, após um alerta gerado por um homem que levava uma pistola falsa, informou a Polícia.

Às 23h00 locais (18h00 de Brasília), a estação voltou a abrir parcialmente e as forças de segurança se limitavam a revistar os passageiros que entravam e saíam.

"Nós recebemos uma notificação inquietante indicando que um homem armado havia entrado na estação de trens de Nimes", informou a Prefeitura à AFP.

"As forças de ordem chegaram rapidamente ao local, evacuaram a estação, estabeleceram um perímetro de segurança e fizeram verificações de rotina na estação e em um TGV [trem de alta velocidade] que estava na plataforma", acrescentou, destacando que "não houve tiroteio" no local. 

Um homem que correspondia ao alerta e que foi flagrado pelas câmeras de vigilância foi detido provisoriamente, acrescentou. A pistola que ele levava consigo era uma réplica, sem capacidade de disparar.

Após tuítes que evocaram um possível tiroteio na estação, a Prefeitura assegurou em sua conta no Twitter "a ausência de tiroteio na estação de trens de Nimes" e destacou "uma operação de verificação em relação a um alerta suspeito".

Mais cedo, veículos de comunicação espanhóis haviam reportado a ocorrência de tiros no local e usuários do serviço ferroviário francês demonstraram inquietação nas redes sociais, temendo um novo atentado.

Esta evacuação foi realizada no momento em que Nimes recebia, neste sábado, a largada da Vuelta, a volta ciclística da Espanha. 

Um dispositivo de segurança maciço foi mobilizado na cidade para a ocasião, depois dos atentados mortais de quinta e sexta-feira em Barcelona e Cambrils, na Catalunha (nordeste da Espanha).
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.