Temer despacha no Planalto, mas evita pronunciamento

Presidente chamou ministro Aloysio Nunes para tratar de viagem aos EUA e do discurso na ONU

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 16/09/2017 12:49 / atualizado em 16/09/2017 14:09

Beto Barata/PR

O presidente Michel Temer resolveu despachar no Palácio do Planalto neste sábado (16/09). Ele chegou ao gabinete às 10h30 e chamou o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, para acertar os detalhes da viagem aos Estados Unidos na semana que vem, onde participará da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). O encontro, marcado para às 11h45, terminou perto das 13h30, sem falas.


A assessoria da Presidência informou que Temer decidiu não divulgar neste fim de semana nota ou  pronunciamento em vídeo na internet após a segunda denúncia de corrupção contra o chefe do Executivo feita pelo Procuradoria-Geral da República (PGR). O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Sérgio Etchegoyen, também participou da reunião do presidente com o ministro Aloysio Nunes.

Temer embarca para os EUA para participar da assembleia da ONU, segunda-feira (18/09) às 9h, logo após participar da posse da nova procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que ocorrerá bem cedo por conta da viagem presidencial, às 8h. 

Assim que chegar à Nova York, o peemedebista participará do jantar oferecido pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, aos presidentes latino-americanos. Segundo o Planalto, comparecem ao encontro os chefes de Estado da Colômbia, Juan Manoel Santos, e do Peru, Pedro Paulo Kuczynski. No cardápio, a crise na Venezuela será um dos assuntos a serem apreciados.

O presidente brasileiro fará o discurso da abertura da ONU, como é de praxe, na terça-feira (19/09). O Planalto não informou quantos ministros integram a comitiva de Temer aos EUA. A assessoria do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, informou que ele embarca no dia 19 e se juntará ao presidente. 

O retorno de Temer ao Brasil está previsto para a madrugada de quinta-feira (21/09), mas ainda não está confirmado pelo Planalto oficialmente. Meirelles deverá continuar nos EUA, realizando encontros com investidores, até a próxima semana.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.