Carta de Palocci enviada ao PT traz obstáculos à possível reeleição de Lula

Carta do ex-ministro Antônio Palocci expõe a dificuldade dos petistas em encontrar a forma da campanha do ex-presidente Lula em 2018. Adversários, por sua vez, ensaiam ataques

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
AFP / EVARISTO SA


A repercussão da carta do ex-ministro Antonio Palocci enviada ao PT dificulta o discurso do partido, e, segundo especialistas, traz novos obstáculos à possível reeleição de Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República. Deputados opositores apostam na desmoralização do petista, enquanto aliados reconhecem o medo da sigla de novas declarações de Palocci, que qualificou Lula como “o pior da política”.  

Um articulador do alto escalão do PT contou ao Correio que, “além de toda essa história de uma possível delação ao Ministério Público, onde o Palocci foi para o tudo ou nada, o outro cenário é o fim das chances de Lula como presidente”. Para esse petista, “caso o ex-ministro continue detalhando as negociações feitas nos bastidores, a dificuldade de tal coisa colar em Lula é mais do que evidente”.

Para o líder do PHS na Câmara, deputado Diego Garcia (PR), “a carta expõe algo que é notório no PT: a corrupção”. Garcia ainda qualificou a situação como “o retrato de um partido que defende ideais que não cumpre nem nunca cumpriu”. A declaração mostra como os adversários do PT vão modular o discurso para o ano que vem. A assessoria do ex-presidente Lula afirmou que “Palocci voltou a dizer mentiras com o objetivo de fechar uma colaboração”.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.