Humberto Costa defende que Senado aguarde STF para decidir sobre Aécio

"O Supremo teve um gesto de boa vontade ao marcar para a próxima semana a votação dessa questão", avalia o petista

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 03/10/2017 15:25 / atualizado em 03/10/2017 16:18

O líder da minoria no Senado, Humberto Costa (PT/PB), afirmou que o Partido dos Trabalhadores defenderia, em reunião na Presidência da Casa, que os senadores só decidam sobre o afastamento de Aécio Neves (PSDB-MG) depois do julgamento sobre o tema que o Supremo Tribunal Federal (STF) fará na próxima semana.

 

Leia mais notícias em Política 

 

"O Supremo teve um gesto de boa vontade ao marcar para a próxima semana a votação dessa questão. Acredito que o Senado também deverá ter um gesto de boa vontade para aguardar a deliberação dos ministros", afirmou Costa. Na manhã desta terça-feira (3/10), a presidente do STF, Cármen Lúcia, ratificou que o relator dos mandados de segurança apresentados pelo PSDB e pela defesa de Aécio será o ministro Edson Fachin.

 

O Senado deixou pré-marcado para esta terça-feira (3/10) uma sessão para analisar a punição dada pela primeira turma do STF a Aécio, afastando-lhe do mandado parlamentar e obrigando a permanecer em sua residência durante a noite.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.