J&F confirma em nota contato entre Funaro e executivo

A companhia afirmou que Funaro falava com Antonio Barreto, da área financeira da J&F, e com outros funcionários, mas que eles não cometeram atos ilícitos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 14/10/2017 19:55

DIDA SAMPAIO/AE

A J&F divulgou nota neste sábado a respeito da colaboração premiada de seus executivos e da relação estabelecida com o doleiro Lúcio Funaro. A companhia afirmou que Funaro falava com Antonio Barreto, da área financeira da J&F, e com outros funcionários, mas que eles não cometeram atos ilícitos. 

"A colaboração apresentada por Joesley Batista e por todos os executivos da J&F enfrentou e esclareceu todos os aspectos de um esquema de corrupção sistêmica no País. Participaram da colaboração todas as pessoas envolvidas nos atos ilícitos", disse a companhia. 

"Nesse processo de emissão de notas, reuniões aparentemente formais, há de se tomar cuidado para que não sejam incluídos os nomes de pessoas que nada têm a ver com o ocorrido. Lúcio Funaro falava, sim, com Antonio Barreto, então financeiro da J&F, assim como com vários outros funcionários, mas assegura-se que eles não cometeram nenhum ato ilícito. Era desnecessário que os que não tiveram envolvimento ou mesmo conhecimento do processo fizessem a colaboração", acrescentou. 

A J&F afirma ainda que nem sempre era possível saber como Funaro operava com os políticos. A companhia acrescentou que a colaboração de seus executivos foi completa e não houve nenhuma omissão.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.