Morre, aos 82 anos, o ex-deputado Ricardo Zarattini

Zarattini tinha câncer na medula e sofria das intercorrências provocadas pela doença

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 15/10/2017 19:11 / atualizado em 15/10/2017 19:18

Facebook/Divulgação

O ex-deputado Ricardo Zarattini, companheiro de cela de José Dirceu durante a ditadura militar, morreu ontem em São Paulo, aos 82 anos. Em sua página no Facebook, o petista Carlos Zarattini (SP), líder da bancada na Câmara, dedicou um poema de Bertold Brech ao pai. “Há homens que lutam um dia e são bons, há outros que lutam um ano e são melhores, há os que lutam muitos anos e são muito bons. Mas há os que lutam toda a vida e estes são imprescindíveis.”

Engenheiro, Ricardo Zarattini foi um dos 15 presos políticos soltos, em 1969, em troca da libertação do embaixador americano Charles Burke Elbrick. Ele estava internado havia dez dias na UTI do hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Zarattini tinha câncer na medula e sofria das intercorrências provocadas pela doença.

Líder estudantil aos 16 anos, o político foi um dos participantes da campanha “O Petróleo é Nosso”, que culminou com a criação da Petrobras. Ex-integrante do PCBR (Partido Comunista Brasileiro Revolucionário), foi preso pela primeira vez no dia 10 de dezembro de 1968, em Pernambuco, três dias antes da decretação do AI-5, o Ato Institucional nº 5. Torturado, foi encarcerado no Quartel Dias Cardoso (PE).
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.