Eduardo Cunha presta depoimento em Brasília, sobre corrupção na Caixa

Justiça interroga Cunha no processo que investiga um esquema de corrupção na Caixa Econômica Federal

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 06/11/2017 10:20 / atualizado em 06/11/2017 11:00

Luis Nova/Esp. CB/D.A Press - 27/10/17

 
O ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ) presta depoimento, na manhã desta segunda-feira (6/11) à Justiça Federal do Distrito Federal. Cunha é réu no processo que investiga um esquema de corrupção na Caixa Econômica Federal (CEF), em financiamentos do Fundo de Investimentos do FGTS (FI-FGTS).
 
 
Além de Cunha, também são réus nesse processo Lúcio Funaro, operador do PMDB, Fábio Cleto, ex-vice-presidente da Caixa, e Henrique Eduardo Alves, ex-presidente da Câmara. As investigações de pagamentos de propinas ocorrem na Operação Sépsis, um desdobramento da Lava-Jato. A fase de interrogatórios dos réus pelo juiz Vallisney Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília, começou há quase duas semanas.

Operador do PMDB, Lúcio Funaro havia confirmado, em audiência no fim de outubro, a existência do esquema de corrupção e listou políticos do partido que teriam se beneficiado, como Cunha e o presidente Michel Temer. O ex-deputado acusou Funaro de atribuir "tudo" a ele. "A delação que ele faz agora está me transformando num posto Ipiranga. Tudo é Eduardo Cunha", disse. A expectativa é de que Cunha conteste todas as acusações na audiência de hoje.

Condenado pelo juiz federal Sérgio Moro Eduardo a 15 anos e 4 meses de reclusão em outra ação, Cunha está preso desde outubro de 2016 no Complexo Médico-Penal de Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.