Cristovam Buarque pode concorrer ao Planalto em 2018 pelo PV

Senador, que está no PPS, foi convidado a mudar de partido pelo vice-presidente nacional do PV, Eduardo Brandão

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/11/2017 16:56 / atualizado em 26/11/2017 17:10

Arquivo Pessoal

 
O senador Cristovam Buarque (PPS-DF) se reuniu nesse sábado (25/11) com o vice-presidente nacional do Partido Verde (PV), Eduardo Brandão. Durante café da manhã em uma padaria da Asa Norte, os dois políticos discutiram a possibilidade de Cristovam migrar para o PV, a fim de disputar as eleições presidenciais de 2018.
 

O ex-governador do DF já manifestou o desejo de voltar à disputa pelo Palácio do Planalto. Em 2006, ele se candidatou à Presidência mas acabou em quarto lugar, com 2,64% dos votos, atrás de Heloísa Helena (à época no PSOL), Geraldo Alckmin (PSDB) e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Recentemente, Cristovam chegou a anunciar que se licenciaria do Senado para percorrer o Brasil, mas acabou desistindo da ideia.
 
Arquivo Pessoal
 

A decisão de convidar Cristovam veio da cúpula partidária do PV. Caso aceite a proposta, este seria o quarto partido do senador, que já foi filiado ao PT, PDT e ao PPS, onde está desde fevereiro do ano passado.

Além de uma eventual composição de chapa para disputar a Presidência, Cristovam e Brandão também conversaram sobre a corrida pelo Buriti. Os dois discutiram a viabilidade de uma aliança em prol de um projeto de centro-esquerda para o GDF. Em agosto, durante participação no programa CB.Poder, uma parceria da TV Brasília com o Correio, o senador já havia falado sobre a intenção de formar um pacto amplo e sem vinculações partidárias "para salvar Brasília".

Confira a entrevista:

  

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.