Rede apresenta Marina Silva como pré-candidata a presidente em 2018

Anúncio foi feito pela própria Marina Silva em reunião da direção nacional da Rede Sustentabilidade neste sábado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 02/12/2017 17:09

Reprodução/Facebook

 
A ex-senadora e ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva se colocou à disposição de seu partido, a Rede Sustentabilidade, para concorrer às eleições presidenciais de 2018. O anúncio ocorreu na tarde deste sábado (2/12), em uma reunião da direção nacional da legenda, em Brasília.
 

Marina afirmou que a decisão foi fruto de um longo processo de reflexão, no qual perguntou para amigos, colegas de partido e familiares sobre como deveria agir no próximo ano. "Fizemos um longo processo de reflexão. Perguntei a todos como seria a minha melhor contribuição: participando diretamente como candidata ou construindo o partido e ficando mais na sociedade? E chegamos ao resultado que agora se apresenta", afirmou. 

"Todos (do partido), por unanimidade, decidiram que temos de participar do processo de 2018 e que meu nome seja disponibilizado como pré-candidata para essa participação", acrescentou, sendo aplaudida em seguida pelos presentes. O evento foi transmitido ao vivo pelo Facebook. Assista:
 
 
 

Apoio dos filhos 


Segundo a pré-candidata, que terminou em terceiro lugar nas eleições de 2010 e 2014, o principal motivo para concorrer novamente é a delicada situação pela qual o país passa. "Nosso país vive uma das piores crises. Uma crise econômica, política e ética. Há uma recuperação, mas não é sustentável ainda", discursou, citando problemas também na saúde, na educação e na segurança pública. "O momento exige de nós compromisso e senso de responsabilidade"

Ela acrescentou que até os quatro filhos, que sempre se mostraram reticentes em relação às suas candidatura, demonstraram apoio incondicional à ideia. "Pela primeira vez, eles disseram: 'Mamãe, nessa crise que está aí, não tem jeito. Você tem que estar nesse processo'", contou.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.