No tapete vermelho do Oscar, estrelas comentam polêmica campanha feminista

As indicadas não querem responder apenas sobre moda e criaram o slogan #AskHerMore.

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 22/02/2015 20:48 / atualizado em 22/02/2015 21:04

Olívia Meireles



As atrizes indicadas aos principais prêmios do Oscar se juntaram para lançar uma campanha feminista durante a cerimônia: ao serem entrevistadas pelos repórteres, elas querem responder perguntas além da tradicional “O que você está vestindo?”. Para representar o movimento, elas escolheram o slogan #AskHerMore ("pergunte mais a ela"), criado pela comediante Amy Poehler, apresentadora da última edição do Globo de Ouro e estrela do seriado Parks and Recreation.

Patricia Arquette, indicada ao prêmio de coadjuvante, foi a primeira atriz de peso a passar pelo tapete vermelho. Ao ser entrevista por Ryan Seacrest, falou sobre seus projetos sociais, a importância do filme e disse que não teve nem tempo de fazer as unhas para ir à premiação. Não deixou espaço para o apresentador perguntar sobre o vestido preto e branco que usava.

 

 


No Twitter, teve quem aderiu a campanha, mas também quem criticou o movimento.

A jornalista de moda Lilian Pacce escreveu:



Mas Nina Garcia, a editora da Marie Claire americana, se posicionou contra: Hora do Oscar!!! Por favor: nós precisamos de #moda. Espero ver vestidos inesperados.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.