ENCANTO

Em vestes de princesa

O luxuoso figurino da nova versão de Cinderella encanta meninas e mulheres adultas ao redor do mundo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 19/04/2015 08:00 / atualizado em 17/04/2015 18:08

Juliana Contaifer

Divulgação


O figurino das princesas é das primeiras demandas de moda das meninas. Encantadas com a história — e o visual — das heroínas, as pequenas sonham noite e dia com um vestido perfeito, rodado, enorme, que seria capaz de transportá-las para um mundo de fantasia.

Por conta de todo esse imaginário, não é para menos que o look da Cinderella interpretada por Lily Adams cause tanta comoção. Azul, cheio de cristais Swarovski e com uma enorme saia rodada, o vestido de baile é praticamente perfeito. Em entrevista à imprensa internacional, a figurinista Sandy Powell, responsável por criar a peça, conta que a ideia era que a saia se movimentasse como uma pintura de aquarela. Para isso, 20 pessoas participaram de quase 4 mil horas de costura para criar oito versões do vestido — uma mais curta, para a fuga da princesa; outra mais comprida, para a dança. Como não é simples lavá-lo, foram necessárias várias cópias, já que, por ser longo, a barra se sujava com muita facilidade.

No total, foram usados 4,82km de linha, 250m de tecido em cada vestido e 10 mil cristais Swarovski (aplicados à mão). As saias inferiores do vestido, que dão volume à saia, são feitas de um tecido sintético muito leve — e muito caro, o metro custa cerca de 150 libras, cerca de R$ 680 — chamado yumissima. A camada superior foi feita de crepeline de seda. Foram usados vários tons de azul e uma armação de ferro para dar suporte à saia. As borboletas do decote foram pintadas à mão pela artista Haruka Miyamoto.

Uma das maiores polêmicas ao redor do vestido foi a pequena cintura da atriz Lily Adams. Enquanto parte dos espectadores acreditava que um programa de edição de imagens seria responsável pelo efeito, a produção do filme afirma que é tudo uma ilusão de ótica. Segundo Sandy, a volumosa saia contrasta com a já fina cintura da atriz. Além da ajuda da saia, Lily afirmou que fez uma dieta para entrar no apertado corpete e seguiu algumas dicas da companheira de elenco Helena Bohan-Carter, que interpreta a fada madrinha. A atriz precisou de quase 20 minutos para colocar cada vestido e, uma vez vestida, se precisasse ir ao banheiro, tinha de recorrer a um penico por debaixo da saia.

Na vida real
Toda menina ama um vestido de princesa, e não há melhor oportunidade para realizar o sonho do que a festa de 15 anos. Chegado o momento, a estudante Ana Paula Leal definiu que o vestido do seu dia seria uma homenagem à sua princesa favorita. “Ela sempre gostou da Cinderella, desde pequena. E, por isso, escolheu o azul, e optou pelo estilo princesa”, conta Neila Leal, mãe da debutante. Foram seis meses de provas e, a cada encontro, a emoção pelo vestido ia crescendo. O vestido azul-cobalto, todo bordado com pedrarias, foi o sucesso da festa. “Ficou deslumbrante, e temos escutado que o vestido é de tirar o fôlego. Ficou lindo”, afirma Neila.

Segundo o estilista Fernando Peixoto, responsável pelo vestido de Ana Paula, a comparação com o modelo do filme é inevitável. “Usamos mais de 100m de tecido e a saia é bem volumosa. O corpete é de Cinderella mesmo, bem estruturado, e temos vários cristais Swarovski costurados na renda. Ela tinha esse sonho de ser princesa, queria um vestido de conto de fadas”, explica Fernando.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.