PHOTO & GRAFIA

Divina Planaltina

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 17/05/2015 08:00 / atualizado em 15/05/2015 17:06

Dentro do cinquentão Quadradinho, existe uma festa com mais de 150 anos de tradição. É a folia em louvor ao Divino Espírito Santo, em Planaltina. Faz 2 anos que os folguedos viraram patrimônio imaterial do Distrito Federal.

No Setor Tradicional de Planaltina, na época de Pentecostes, a pombinha, símbolo do Espírito Santo, está por toda parte: em cartazes com a programação da festa, no alto da igreja, pintada no chão da praça, grafitada nos postes e nas paradas de ônibus.

Quando a bandeira do Divino aparece na praça, sempre vem alguém beijá-la. A tradição está tão presente no dia a dia da cidade que quem chega já é recebido pela pomba em uma enorme estátua no alto de um poste. A igreja matriz de São Sebastião já está lotada com o material para as barraquinhas de comida que farão parte da festa.

O imperador da festa, Mauro Lúcio da Silva Campos, e o folião Divino Santo Rabelo (que tem esse nome como paga de promessa) comandam a celebração este ano, que começa hoje e só vai terminar no domingo que vem. No sábado, será a chegada dos cavaleiros que passaram a semana fazendo pousos de folia nas fazendas em volta da cidade. Pelo jeito, a tradição vai se perpetuar ainda por muitos anos.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.