CASA

Festa particular

Ter um cantinho para guardar taças e bebidas anima o lar e deixa a cozinha mais organizada. Mas a utilidade do carrinho de bebidas vai além

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 06/09/2015 08:00 / atualizado em 06/09/2015 16:41

Gláucia Chaves

Não importa o tamanho da sua casa, sempre cabe mais uma mesinha. Se ela for um minibar, então, tanto melhor! Alexandra Tobler, diretora de estilo do site Westwing, explica que o que se percebe hoje é uma mudança no layout dos lares. "Antigamente, havia um grande espaço reservado ao bar. Hoje, com projetos arquitetônicos que otimizam cada vez mais os espaços, alguns móveis foram readaptados." Assim, segundo ela, o minibar aparece como uma solução fácil e, muitas vezes, portátil.

Moda antiga, os carrinhos de bebidas, também chamados de carrinhos de chá, voltaram em versões contemporâneas. Há opções para todos os gostos: coloridos, de madeira, metal, vime, assinados por designers ou não. Tudo vai depender do efeito desejado. O metal, por exemplo, dá um ar sofisticado, enquanto móveis coloridos oferecem uma proposta descontraída. Prático e de fácil manipulação, o móvel é um verdadeiro curinga.

A versatilidade não está apenas no visual, mas na utilidade. Além de se encaixar bem em praticamente todos os cômodos da casa, o carrinho não precisa acomodar apenas taças e bebidas. A peça pode ser usada também como criado-mudo, mesa de centro, porta-apetrechos de cozinha ou até mesmo para guardar livros e notebooks. Se o objetivo for decorar, a dica de Alexandra Tobler é apostar em licoreiras de cristais, coqueteleiras, porta-gelos elegantes ou nos seus rótulos favoritos. "Um vaso discreto com flores já é o suficiente para dar charme à composição."

Carrinho-bar Rodes, da Westwing. Confeccionado em metal, madeira e material sintético similar a couro (R$ 4.099)

Cesta Organizadora Dray, da Westwing. Fabricada em ferro (R$ 429,90)

Carrinho adega premium, da Westwing. Feito em madeira e inox (R$ 2799,90)

Carrinho de bar Monza, da Desmobilia. Feito em madeira natural, estrutura em imbuia maciça, bandeja removível em laminado e rodízios de silicone transparente (R$ 1.390)

Carrinho de bar Daia, da Desmobilia. Feito em madeira natural sem tingimento, estrutura em imbuia maciça, bandeja removível em laminado e rodízios de silicone transparente (R$ 1.790)

Carrinho JZ, do designer Jorge Zalszupin, na Arquivo Contemporâneo (R$ 14.645)

Carrinho bar Ferraro, da Westwing. Feito em aço carbono cromado (R$ 699,90)

Carrinho para servir Boss, da Westwing. Feito de ferro, madeira maçica e rodas de bicicleta (R$ 1.499)

Carrinho Funcionale Jatobá, da Westwing. Estruturado em madeira de eucalipto reflorestado (R$ 919,90)

Carrinho CMS, da Arquivo Contemporâneo. Design de Cláudia Moreira Salles para a Coleção Etel (R$ 11.233)

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.