Das telonas para o look de Natal, confira inspirações natalinas

O feriado cristão é sempre estetizado nas telonas. Então, que tal buscar inspiração em produções hollywoodianas para compor um look criativo na Noite Feliz?

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 19/12/2016 15:45 / atualizado em 19/12/2016 16:42

Por Ricco Rocha *

Hot Topic/Divulgação
O Natal já é semana que vem e, com ele, surge a necessidade de programar os looks da ocasião. A sétima arte costuma ser uma boa fonte de referências. Os figurinos usados pelos atores são parte importante da construção dos personagens. “As referências devem ser filtradas, retirando os excessos próprios de cada tipo de produção. Além disso, a adequação ao biótipo, ao local e ao evento pede bom senso”, pondera a figurinista e consultora de imagem Janaína Megda.

E como o contexto é a festa do bom velhinho, que tal usar a temática natalina presente em diversos filmes para extrair o melhor do guarda-roupa? Janaína tem sugestões para alimentar o imaginário fashion. No filme O Grinch, do diretor Ron Howard e estrelado por Jim Carrey, a imagem curvilínea e festiva de Martha May (interpretada por Christine Baranski) é que ganha destaque. “Marta usa roupas sensuais e muito coloridas. Revelam sua personalidade sedutora e alegre”, observa. O figurino, que chama a atenção pela forte presença das cores vermelho e verde, é assinado por Rita Ryack e foi indicado ao Oscar em 2001.
 
Em Meu Papai é Noel 3, do diretor Michael Lembeck, o destaque ficou para o vilão Jack Frost, interpretado por Martin Short. O figurino da obra foi assinado por Ingrid Ferrin e traz Frost “sempre de costume ou camisa e colete em tons cinzas, revelando sua personalidade obscura e fria, mas disfarçada pela elegância”, analisa a consultora.
 
Universal Pictures/Divulgação
 
 
A animação O estranho mundo de Jack, de Tim Burton, obviamente não envolveu o trabalho de um profissional de figurino. Ainda assim, a estética obscura da obra, além da iconografia bizarra e pitoresca, ganhou espaço em diversas coleções desde o seu lançamento, a exemplo da capsule collection de Dia das Bruxas da Hot Topic, em outubro de 2015. A especialista em moda e mestre em sociologia Gabriela Maroja acredita que, para algumas pessoas, o estilo pode ser muito jovem ou alternativo, mas que uma pegada “gótica suave” tem potencial para um look superatual. “O uso de preto e branco, além da mistura de cores e tecidos do patchwork do vestido da personagem Sally, é um sucesso”, defende.
 

Vermelhinho básico


Um reflexo pontual da moda dos anos 1990 pode ser observado em Esqueceram de mim. A obra do diretor Chris Columbus tem o figurino assinado por Jay Hurley e é pródiga em ombros estruturados e de modelagem solta e em peças amplas e despojadas, que ecoam o estilo grunge. Mais uma vez, a cor vermelha tem forte presença, como pede o imaginário natalino. A especialista em moda Gabriela Maroja explica que, para absorver o visual da obra e inseri-lo na vida cotidiana, é possível diluí-lo em looks casuais. “Cabem cores mais neutras, como cáqui, somadas a azul, branco, preto e ao indefectível vermelho”, reforça.

Fox Film/Divulgação
De direção de Richard Curtis e figurino de Joanna Johnston, Simplesmente amor, obedecendo à lógica do clima do hemisfério norte em dezembro, esbanja casacos longos, lenços e acessórios típicos do frio. “É uma produção britânica, o que acaba por demonstrar um clima mais sóbrio, porém, sempre moderno na composição dos personagens”, lembra Gabriela. A especialista também indica um caminho de adequação fashion a partir do filme: “Os jeans usados com scarpins e blusas vermelhas mais formais, como seda ou twin-sets de tricô, são perfeitamente adaptáveis para as nossas festas”.

Já a comédia dramática Milagre na Rua 34, do diretor Les Mayfield, com figurino assinado por Kathy O’Rear, é marcante por ter a iconografia da criança fortemente representada por vestidos de boneca, laços, faixas e outros acessórios de cabeça, que compõem o visual da protagonista mirim Susan (Mara Wilson). “O uso de tailleurs e vestidos levemente formais, porém menos estruturados e rígidos, mantém o tom de elegância e representa o Natal clássico”, pontua Gabriela.

cinemista.com.br/Reprodução da Internet
Paramount Pictures/Divulgação
Disney/Divulgação
 
 
* Estagiário sob a supervisão  de Gustavo T. Falleiros
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.