PHOTO & GRAFIA

Em fotografias, se encante com os detalhes da arte de tatuar e ser tatuado

Marcelo Ferreira acompanhou tatuadores em um dia de trabalho e registrou em imagens os diversos momentos de uma tatuagem

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 30/04/2017 08:00 / atualizado em 09/05/2017 12:47

Marcelo Ferreira/CB/D.A Press
Tatuagem é uma arte. Símbolo de rebeldia no passado, atualmente, agrada muitos, sem distinção de sexo ou de idade. Jovens e adultos querem fazer do corpo um meio de expressão, com temas que variam de acordo com a personalidade de cada pessoa. Os desenhos escolhidos podem seguir um contexto histórico, influências musicais, ideologias e crenças.


No Brasil, a tatuagem elétrica surgiu nos anos 1960 e foi introduzida pelo dinamarquês Knud Harald Lucky Gregersen, o Lucky Tattoo, que montou seu ateliê no Porto de Santos (SP). Reconhecido como o “Pai da Tattoo” aqui no país, deixou seu legado para os filhos e formou uma legião de admiradores e seguidores de seu estilo.
Marcelo Ferreira/CB/D.A Press

A tatuagem é uma manifestação artística que tem diferentes técnicas. E conhecê-las poderá ajudar a escolher um desenho que mais lhe agrade. Hoje, existem vários tipos: old school (tradicional), new school, oriental, tribal, geométrico, pontilhismo, aquarela, biomecânico, fotorrealismo, entre outros.
Marcelo Ferreira/CB/D.A Press

Acompanhamos Marcio Henrique Silva ou Maink Tattoo, como é conhecido, no seu ateliê, fazendo mais uma tattoo em Tatiana Costa. Jovem talentoso, está no ofício há três anos. Habilidoso com desenhos, logo se identificou com esse trabalho. Antes de se profissionalizar, foi estudar e praticar a arte na Argentina. O estilo que mais agrada Maink é o old school, mas não lhe falta destreza para fazer qualquer trabalho.
Marcelo Ferreira/CB/D.A Press

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.