Photo & Grafia

A apicultura de Brasília se tornou referência nacional nos últimos 12 anos

Um dos fatores que colaboram para essas conquistas é o bioma do cerrado, já que o clima seco faz com que o produto tenha menos água

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/08/2017 08:00 / atualizado em 18/08/2017 16:06

Marcelo Ferreira/CB/D.A Press
A apicultura de Brasília se tornou, nos últimos 12 anos, referência nacional no quesito qualidade. O mel e o pólen candango são, frequentemente, premiados em congressos nacionais e internacionais. Um dos fatores que colaboram para essas conquistas é o bioma do cerrado, já que o clima seco faz com que o produto tenha menos água.

Em Brasília, a época de produção é na seca, em um período que varia de quatro a cinco meses. Por ano, são produzidas cerca de 34 toneladas de mel no Distrito Federal, mas apenas 10% do produto consumido em nossa capital são feitos por aqui. Os outros 90% vêm de outros estados.

Esses números, porém, tendem a mudar. Fundada há 34 anos, a Associação de Apicultores do DF vem formando apicultores com qualidade de processamento de mel. Atualmente, a Aapi-DF conta com 167 associados ativos, que produzem os mais variados tipos do produto. Em Unaí (MG), por exemplo,  produz-se o mel de aroeira; já o mel de cipó-uva vem de Água Fria de Goiás (GO) e o mel silvestre, do PAD-DF.

Fomos visitar o sítio do senhor Carlos Alberto Bastos, um carioca que mora há 50 anos em Brasília e, há 12, tem um apiário em sua propriedade, no Núcleo Rural 26 de Setembro, em Taguatinga. O interesse dele por abelhas começou quando criou um pomar e viu a necessidade de insetos polinizadores de frutos. Hoje, produz 700 quilos de mel por ano durante a florada do eucalipto.

Carlos nos mostrou as técnicas de extração do mel e os cuidados que se deve ter durante o trabalho. De cada colmeia, ele consegue extrair 10 quilos de mel, que são produzidos por abelhas da espécie Apis mellifera. São abelhas únicas no mundo, que surgiram de um cruzamento, feito no Brasil entre espécies africanas e europeias.
Marcelo Ferreira/CB/D.A Press
 

Serviço

» Para informações sobre produção, venda e compra de produtos derivados do mel, entre em contato com a Associação de Apicultores do DF pelo e-mail aapidf@gmail.com.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.