Encontro com o Chef

Le Bistrot 207 é um típico bistrô no Setor Comercial Norte

Com apenas 20 lugares, comida feita com muito afeto e a preços justos, restaurante é um achado em meio às salas comerciais do Setor Comercial Norte

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/09/2017 08:00 / atualizado em 10/09/2017 11:38

Basta uma breve conversa com Cristina Kimaid para logo perceber o carinho e, sobretudo, o respeito com que ela trata os alimentos. Os olhos chegam a brilhar quando fala dos temperos, sabores e aromas que saem da sua cozinha. Apaixonada por gastronomia desde criança, herança das avós materna e paterna, e da mãe, Cristina costuma reunir amigos para saborearem as suas invenções culinárias. Para sorte dos não tão próximos e até dos desconhecidos, desde o ano passado, qualquer pessoa pode se deliciar com a comida preparada pelas hábeis mãos da empresária.

O Le Bistrot 207 surgiu de uma necessidade da própria Cristina. Dona de uma agência de viagens no Setor Comercial Norte, ela não encontrava opções saborosas nas redondezas para almoçar. Propôs, então, à amiga Raquel Pacheco, que tem vasta experiência na gerência de restaurantes, que abrissem uma casa cuja proposta fosse servir refeições saborosas, frescas e com preços justos.
Gustavo Breder/Esp. CB/D.A Press

A sintonia entre Cristina e Raquel contribuiu para o sucesso da empreitada. O cardápio, que muda diariamente, é cuidadosamente pensado pelas duas. Tudo previamente testado e catalogado. “Temos cerca de 1.500 receitas anotadas”, estima Raquel. De modo geral, elas programam cinco menus executivos — entrada, prato principal e sobremesa — para a primeira semana do mês e os repetem na terceira semana. O mesmo ocorre com a segunda e quarta semanas.

Mas isso não significa que tudo não possa mudar. “Recebemos produtos frescos todos os dias — até a cebola é fresquinha”, garante Raquel. “Às vezes, chega um ingrediente que está tão bonito que decidimos mudar o cardápio só para inseri-lo.” E isso pode acontecer poucas horas antes de o almoço ser servido. Para evitar contratempos, o menu só é divulgado pelo Instagram do Le Bistrot pela manhã, depois de definido o que vai à mesa. No dia em que fui conhecer o restaurante, por exemplo, Raquel estava limpando e temperando belos camarões extragrandes que Cristina tinha acabado de trazer do Rio de Janeiro. “Eles nem estavam programados, mas, diante dessa beleza, tivemos que incluí-los no menu de amanhã.”

Outra característica da casa é o desperdício zero. “Não temos nem espaço para estocar comida”, diz Cristina. De fato, o Le Bistrot 207 faz jus ao nome. Conta com apenas 20 lugares e a comida é preparada diante dos clientes, em uma cozinha aberta. O menu também não poderia ser mais enxuto: uma entrada, três opções de prato principal — geralmente, uma carne branca, outra vermelha e uma massa — e uma sobremesa.

Mas não pense que vai comer um óbvio filé-mignon ou peito de frango. Você pode ser surpreendido com um risoto de ragu de linguicinha, uma língua com purê de batata, um coq (frango) desossado com cogumelos flambados, uma codorna recheada com pera caramelizada ou até rim de boi, por exemplo. “As pessoas dão tão pouco valor às chamadas carnes de segunda, mas elas são espetaculares, podem render pratos fantásticos”, delicia-se Cristina.

No Le Bistrot 207, tudo também é adaptável. “Se um cliente, por exemplo, não come carne, podemos tornar o prato vegetariano”, diz Cristina. “Queremos que as pessoas se sintam à vontade. O problema é que, às vezes, elas se sentem à vontade demais e não querem mais ir embora”, gargalha. Brincadeiras à parte, a preocupação da chef faz sentido. Por ser muito pequeno, um pouco de rotatividade não faria mal a ninguém. “Hoje, há demanda de clientes para o triplo do que podemos atender”, afirma Raquel. “Não raramente, 15 minutos antes de abrirmos, já tem gente esperando na porta.”

Detalhe: o restaurante só abre para almoço e não funciona no fim de semana. Das 15h às 19h, transforma-se em uma espécie de café, com quirches, sanduíches e outras delícias rápidas. As sócias até fizeram uma breve experiência de servir almoço aos sábados, mas desistiram. “Essa é uma área muito comercial”, justifica Raquel. Hoje, só abrem as portas no fim de semana se for em menu fechado para, no mínimo, 10 pessoas. O mesmo serviço pode ser oferecido para o jantar, também com reserva prévia e para grupos de 10 a 20 clientes.

O Le Bistrot é a típica personificação da comida afetiva. Cristina se sente como se estivesse na cozinha de casa, finaliza cada prato com todo carinho, passa em cada mesa para saber o que acharam e trata cada cliente como um convidado. “O meu maior prazer é ouvir do cliente: ‘Estava tudo delicioso, como sempre’. Esse ‘como sempre’ não tem preço.”

Gustavo Breder/Esp. CB/D.A Press
Tornedor recheado com berinjela e purê de couve-flor

 

(uma porção)

Ingredientes

  • 200g de tornedor de filé
  • 2 fatias pequenas de berinjela
  • 50g de muçarela de búfala
  • ½ couve-flor pequeno
  • 1 cenoura gourmet
  • 2 talos de brócolis japonês
  • 2 cogumelos tipo pleurotus
  • Azeite
  • Sal
  • Pimenta-do-reino
  • Parmesão ralado
  • Salsa
  • Cebolinha
  • Manteiga

Modo de fazer

  • Tempere o tornedor e as fatias de berinjela com sal e pimenta-do-reino. Faça um corte no meio do filé, sem separar. Sele o filé e as berinjelas em uma frigideira quente com azeite. Coloque as fatias de berinjela dentro do filé. Reserve.
  • Tempere a couve-flor com sal, pimenta e azeite. Embrulhe-a em papel-alumínio e leve ao forno a 180°C por 40 minutos ou até ficar bem cozida.
  • Depois que cozinhar, passe a couve-flor no processador até formar um purê. Leve ao fogo com manteiga, sal, pimenta-do-reino, parmesão, salsa e cebolinha até formar um purê homogêneo.
  • Cozinhe a cenoura gourmet e o brócolis até ficarem al dente. Reserve.
  • Em uma frigideira com manteiga e azeite, refogue o cogumelos, o brócolis e a cenoura. Tempere com sal, pimenta-do-reino, salsa e cebolinha.
  • Leve ao forno preaquecido o tornedor, já recheado, com a camada de muçarela de búfala. Deixe gratinar por 6 minutos.
  • Sirva em seguida.

Serviço

Le Bistrot 207
SCN Quadra 1, Bloco F, no térreo do Edifício America Office Tower, atrás do Liberty Mall
Telefone: 3034-2411 Instagram: @lebistrot207
Aberto de segunda a sexta, das 12h às 15h, para almoço e, das 15h às 19h, para lanches

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.