Restaurante no Guará oferece alta gastronomia

No térreo, um restaurante de gastronomia internacional. No primeiro andar, uma academia de dança de salão. Ex-dançarino e atual chef de cozinha reúne as duas paixões em um mesmo lugar

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 17/09/2017 08:00 / atualizado em 16/09/2017 20:34

Tudo indicava que Maurício Valim seguiria a carreira de engenheiro. Ele até chegou a fazer as malas, seguiu para os Estados Unidos e começou a cursar a faculdade, mas quis o destino que a vida profissional dele tomasse outro rumo. Em terras estrangeiras, conheceu e se apaixonou pela dança de salão, fez cursos e se tornou professor da modalidade. E, como o dinheiro andava curto, costumava fazer, paralelamente, bico em bares e restaurantes. Nada muito glamouroso, reconhece: “Trabalhava como chapeiro, lavando louça, mas sempre de olho na cozinha”. Com o passar dos anos, a faculdade de engenharia ficou para trás e a dança entrou de vez na vida de Maurício. Já a gastronomia passou um tempo adormecida.

Dez anos se passaram e, em 2003, o rapaz decidiu voltar para o Brasil para se dedicar à dança. Por um tempo, manteve uma academia no Lago Sul. Em 2012, surgiu a oportunidade de comprar um imóvel no Guará e começou a dar aulas por lá. Daí, veio a crise econômica e Maurício percebeu que seria uma boa oportunidade de se reinventar. E por que não transformar o gosto pelas panelas em um negócio?

“Fui morar nos Estados Unidos muito cedo e tive que me virar na cozinha. No início, era uma necessidade; depois, tomei gosto pela coisa”, lembra. Maurício decidiu, então, cursar a faculdade de gastronomia. Queria se profissionalizar para dar o próximo passo: abrir um restaurante. “Como o prédio da academia é grande, tem quatro andares, vi que havia espaço para isso. Além disso, percebi uma carência de casas de alta gastronomia aqui no Guará.”
 
Marcelo Ferreira/CB/D.A Press

 
Assim, há três meses, surgia o Sauz. A ideia de Maurício era que o cliente pudesse visitar a gastronomia de vários países sem precisar sair do Guará. Para tanto, incluiu no cardápio um pouco do que há de melhor na cozinha da Itália, da França, do México, do Brasil, dos Estados Unidos, do Oriente... “Temos de tudo um pouco, para todos os paladares. E sempre prezando o sabor e a execução dos pratos.”  Para definir o menu, Maurício contou com a assessoria do chef Marcelo Piucco. Mas, aos poucos, ele mesmo tem introduzido suas criações, como a receita do filé de dourada com purê rústico e farofa panko, que compartilha com os leitores.

Mas Maurício não abriu mão da dança. No andar de cima, ele mantém a academia, onde, de segunda a sexta, uma legião de alunos é introduzida nos passos da dança de salão. Muitos deles, quando acaba a aula, descem para o restaurante. Outros preferem nem subir. “Já apelidamos a casa de ‘maridoteca’. Muitos ‘cavalheiros’ se sentam aqui no bar enquanto esperam as ‘damas’ dançarem”, diverte-se.

Para tanto, o Sauz oferece uma carta de vinhos com cerca de 30 rótulos, além de um bar com drinques variados. Recentemente, também acrescentou cervejas artesanais no cardápio. Apesar de tão jovem, a casa já tem planos de expansão. Até o início do próximo ano, o chef pretende aproveitar o terraço no piso superior do restaurante, com uma bela vista do Guará, para montar um sushi lounge.

Maurício garante que a resposta da clientela tem sido muito boa, sobretudo dos moradores da região, que não precisam mais ir ao Plano Piloto ou a Águas Claras para curtir um jantar ou um almoço mais elaborado.
 
 


Sauz mediterrâneo

(Peixe com purê rústico de batata e farofa panko)
Marcelo Ferreira/CB/D.A Press
Ingredientes
200g de filé de dourada
200g de batata-inglesa
10g de alcaparra
1 alcachofra
4 tomates-cereja
Farinha de pão
Creme de leite fresco
Manteiga
Azeite
Sal
Pimenta
Aceto balsâmico

Modo de fazer
Cozinhe as batatas com casca para preparar o purê rústico. Quando estiverem bem cozidas, escorra a água e amasse. Acrescente manteiga a gosto e 1 colher de creme de leite fresco. Mexa até ficar com a consistência de purê. Tempere com sal pimenta a gosto. Para preparar a farofa panko, doure o alho na manteiga. Em seguida, ponha a farinha de pão até dourar. Tempere a gosto. Tempere o peixe com sal, alho e pimenta. Em uma frigideira com azeite, passe o filé e salteie as alcaparras, a alcachofra e os tomates-cereja. Faça uma cama de purê, ponha o filé em cima e a farofa do lado. Finalize com aceto balsâmico.


Serviço

Sauz Restaurante
QE 15, Conjunto V, Lote 2, Guará 2
Telefone: 3036-1598
Aberto de terça a domingo, das 12h às 15h30,  e de terça a sábado, das 18h às 23h
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.