Empresas entram na onda do Byod e mercado lança aparelhos para esse público

O novo lema das empresas é: %u201CTraga seu próprio dispositivo%u201D, conhecido como Byod (Bring your own device), impulsionados pelo armazenamento na nuvem e o boom dos dispositivos móveis

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/03/2013 11:30

Shirley Pacelli /

Quem nunca teve a sensação de que o seu notebook é bem mais rápido que aquele desktop utilizado no trabalho? Ou mesmo respondeu e-mails profissionais no próprio smartphone durante o trajeto até o serviço e atualizou status de redes sociais enquanto usava o computador da firma? A cada dia tem se tornado mais difícil estabelecer limites entre os equipamentos profissionais e os pessoais. Diante desse quadro, o novo lema das empresas é: “Traga seu próprio dispositivo”, conhecido como Byod (Bring your own device).

Duas fortes tendências tecnológicas empurram as empresas rumo ao Byod: o armazenamento na nuvem e o boom dos dispositivos móveis. Segundo pesquisa recente da IDC, os tablets representaram 16% do mercado de vendas tecnológicas no terceiro trimestre de 2012. A previsão é de que as pranchetas digitais dobrem essa marca neste ano. Nos Estados Unidos, um relatório da Cisco Horizons IBSG revelou que 95% das organizações já permitem que os funcionários utilizem dispositivos pessoais para fins profissionais. A pesquisa foi realizada com mais de 600 líderes dos mercados de tecnologia da informação.

Apesar de ser um sistema recente no Brasil, as empresas já avaliam a mudança como estratégia para os negócios, adaptando a estrutura tecnológica para inserção na rotina do trabalho. Na semana passada, a Dell anunciou o lançamento do tablet Latitude 10 e do ultrabook conversível XPS 12, ambos criados com características próprias com essa nova visão — incluem soluções de segurança da informação e baterias intercambiáveis, que chegam a totalizar até 20 horas de duração.

A Samsung, por sua vez, acabou de apresentar ao mundo o Galaxy S4, smartphone top da marca e principal concorrente da linha iPhone, da Apple. Além de processadores cada vez mais potentes e maior armazenamento, o celular tem tela de 5 polegadas e traz recursos de tradução para nove línguas (inclusive o português). Com características especiais, os aparelhos transformam-se em ferramentas de trabalho sempre à mão e conectados.

Tags:
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.