Aplicativo Lulu voltará ao Brasil e permitirá o acesso de homens

A nova versão do app em que mulheres avaliam homens com quem saíram é desvinculada do Facebook e permite envio de mensagens instantâneas entre os usuários

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 13/07/2015 16:16 / atualizado em 13/07/2015 17:34

Lulu/Divulgação

O aplicativo Lulu está voltando ao Brasil em versão atualizada. Dessa vez, apenas os homens cadastrados no sistema poderão ser avaliados. Eles terão acesso às pontuações, baseadas num quiz de avaliações positivas e negativas de suas características pessoais e aparência.

Outra novidade é o bate-papo. As usuárias poderão enviar mensagens instantâneas aos homens que curtirem e a outras mulheres cadastradas. Os rapazes poderão ver quem são suas admiradoras e contatar aquelas de que gostarem.

 

Segundo o site da empresa, não há previsão de data para o lançamento do Lulu nas lojas de apps para iOS e Android do país, mas isso deve acontecer em breve, já que o anúncio foi feito nesta segunda-feira (13/7).

 

A primeira versão do aplicativo era disponível para usuários do Facebook e permitia apenas às mulheres acessar o sistema de avaliação. Na nova versão, as contas do Lulu serão desvinculadas do Facebook. A rede de avaliação será baseada nos números de telefone armazenados nos celulares dos usuários.

Lançada nos Estados Unidos em 2013, a primeira versão do app chegou a ter mais de um milhão de usuárias no mundo inteiro em apenas nove meses.

O Brasil foi o segundo país a ter versão local do Lulu, mas suspendeu o funcionamento do aplicativo em 2014, após determinação do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), devido às polêmicas que gerou. A liminar resultou na retirada imediata de dados e imagens de homens que não haviam consentido a avaliação.

 

Mais informações aqui.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.