Novos televisores da Philips com plataforma Android TV chegam ao Brasil

Os primeiros modelos chegam ao mercado em setembro e vão custar, em média, R$ 3.999 e R$ 6.199

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 05/08/2015 16:47 / atualizado em 05/08/2015 16:51

Philips/Divulgação
 

A Philips lançou televisores com o sistema Android, que insere no mercado de Smart TVs uma maneira diferenciada de assistir televisão. Os primeiros modelos chegam ao mercado em setembro, com preços entre R$ 3.999 e R$ 6.199. A novidade é a experiência personalizada e o conteúdo sob demanda, que dão ao consumidor liberdade para escolher quando, como e onde assistir seus programas favoritos.


A interface da Android TV é de fácil uso e os mecanismos de busca são vinculados ao Google. Todos os aplicativos da Google Play para Android estão disponíveis para download na tela, além do Google Music e Google Filmes. O YouTube ganhou uma versão feita especialmente para a tevê e o Netflix tem botão exclusivo no controle, com teclado full qwerty. Todos os modelos vêm com Google Cast integrado, que permite ao usuário exibir vídeos de aplicativos, como YouTube e Netflix, direto do smartphone, computador ou tablet para a tela da TV.

 

"Projetamos o Android TV para proporcionar uma experiência de entretenimento que seja intuitiva, integrada e com conteúdo sob medida. O usuário gasta menos tempo procurando e mais tempo se divertindo na sua sala de estar", diz Flavio Ferreira, diretor de parcerias de Android e Chrome do Google para a América Latina.

Philips/Divulgação
 


Apesar de não ter uma placa de vídeo dedicada para jogos, o lançamento da Philips conta com resolução 4K em Full HD em todos os modelos. Quatro controles e seis óculos 3D melhoram a experiência com games e filmes, além da qualidade de imagem Ultra HD e da tecnologia Ambilight, disponível para modelos da Série 7100 (49 e 55 polegadas).

 

O recurso foi desenvolvido com LEDs na parte traseira da TV que projetam na parede as cores exatas da imagem reproduzida. Assim, a percepção do contraste, da cor e dos detalhes fica mais apurada, dando a sensação de uma imagem maior.

Anna Karina Silva Pinto, diretora de marketing do grupo TPV, afirma que o consumidor tem desafiado as empresas para deter o controle da programação. “Com a Android TV, eles têm controle e liberdade. Esse é um novo capítulo da sua, da nossa história”, diz.

 

Com informações de Rafaella Panceri

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.